Felipe Massa "resiste" à Schumacher

"Ele falou para o Rob que três semanas são suficientes para ficar bom", disse o pai, Titônio Massa

Internado no Hospital Militar de Budapeste, o brasileiro Felipe Massa ainda "resiste" à possibilidade de ser substituído por Michael Schumacher no GP de Valência. O piloto da Ferrari segue em recuperação do grave acidente sofrido no treino de classificação para o GP da Hungria.

De acordo com a assessoria do vice-campeão mundial, Massa foi visitado pelo inglês Rob Smedley, seu engenheiro de pista na Ferrari, e fez a "previsão" de que estará recuperado na corrida marcada para 23 de agosto, em Valência.

"Ele falou para o Rob que três semanas são suficientes para ficar bom", disse o pai, Titônio Massa, que acompanhou a conversa.

No entanto, a ideia de Massa é descartada por Dino Altmann, médico pessoal do piloto e que acompanha a recuperação em Budapeste. Altmann já avisou que Massa nem deve considerar essa possibilidade.

"O olho não tem qualquer problema. A região toda, aliás, está bem mais desinchada. Agora, acho que entramos na fase final do tratamento aqui em Budapeste. Felipe está cada vez melhor, cada vez mais falante e não reclama de nada", completou Titônio.

Massa deverá retornar ao Brasil na segunda-feira em um avião-ambulância. Na chegada, o brasileiro passará por uma checagem em um hospital de São Paulo.

Acidente

No último sábado, durante os treinos para o GP da Hungria, Massa foi atingido por uma mola que se desprendeu do carro do compatriota Rubens Barrichello, da Brawn GP, e passou por uma cirurgia para a retirada de fragmentos ósseos do rosto. O brasileiro também se recupera de fraturas na região do trauma.

Massa foi mantido em coma induzido por 48 horas depois do acidente. Os sedativos foram tirados gradativamente e o brasileiro apresenta claros sinais de que nenhuma de suas funções cerebrais foi afetada.

Outra preocupação era quanto ao olho esquerdo do piloto. Os primeiros exames indicaram que Massa tem boas condições de visão e nenhuma lesão no globo ocular foi detectada.

Fonte: Terra, www.terra.com.br