Ferrari diz que Massa continua em 2010, mas deixa outra vaga aberta

O finlandês Kimi Raikkonen tem contrato até o fim da próxima temporada, mas existe a possibilidade de o espanhol Fernando Alonso assumir a vaga

 O presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo, afirmou nesta quarta-feira que o brasileiro Felipe Massa vai continuar na escuderia italiana de F-1 em 2010, mas disse que o outro piloto da equipe ainda não foi definido.

O finlandês Kimi Raikkonen tem contrato até o fim da próxima temporada, mas existe a possibilidade de o espanhol Fernando Alonso assumir a vaga. "Nós teremos um piloto brasileiro, porque ele [Massa] merece outra chance já que, graças a Deus, está bem. Além disso, estamos avaliando qual é a melhor opção [para a outra vaga], mas ainda temos tempo. Vamos decidir nas próximas semanas", afirmou Di Montezemolo.

Nos treinos classificatórios para o GP da Hungria, no dia 25 de julho, Massa foi atingido no capacete por uma mola que se soltou da Brawn de Rubens Barrichello. Fraturou o crânio, foi operado e só retorna na próxima temporada. Fernando Alonso, piloto da Renault, foi absolvido da polêmica envolvendo sua equipe. No GP de Cingapura em 2008, seu então companheiro de equipe Nelsinho Piquet forçou um acidente e a entrada do safety car, o que proporcionou sua vitória.

Na audiência da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) em Paris, nesta segunda-feira, Alonso foi considerado inocente. Neste mês, a Ferrari firmou uma parceria com o banco espanhol Santander, patrocinador de Alonso --o que reforça os rumores. O banco chegou à F-1 em 2007, com a McLaren, que na época tinha Alonso como um de seus pilotos.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br