Festa corintiana tem Pato "solteiro" e assediado e Sheik provocando rivais

Pato limitou-se a ficar dentro de uma área reservada aos atletas e membros do Corinthians

A comemoração do 27º título paulista pelo Corinthians não se resumiu ao capitão Alessandro erguendo a taça no gramado da Vila Belmiro. Desde o começo da madrugada desta segunda-feira, os jogadores e membros da comissão técnica e diretoria se reuniram no Villa Mix, casa sertaneja na Zona Sul de São Paulo, para festejar a conquista.

?Solteiro?, já que estava sem a namorada Barbara Berlusconi, o atacante Alexandre Pato apareceu por volta das 00h30, no banco do passageiro de um carro importado. Deixou o veículo rapidamente e dirigiu-se para dentro da casa. Mesmo na reserva da equipe, o jogador foi o mais assediado por quem estava na festa ? reservada a convidados, apenas.

No começo, Pato limitou-se a ficar dentro de uma área reservada aos atletas e membros do Corinthians. Depois, ?ultrapassou? um pouco a área e chegou até o local onde diversos outros convidados ? especialmente mulheres ? o cercaram para fotos. Atrás dele, um ?guarda-costas? tentava deixar o camisa 7 curtir a noite. Mas a cada passo, ele era parado para ao menos uma foto, segundo pessoas que viram as cenas contaram.

Pato retribuiu ao assédio sempre com sorrisos para as fotos e divertiu-se com o assédio. Mas a paciência parece ter chegado ao fim, já que ele foi um dos primeiros a a deixar o local no mesmo veículo em que chegou, dirigido por um motorista particular.

Na comemoração na Vila Belmiro, o atacante, maior contratação do clube para esta temporada, dedicou o título à namorada e exibiu uma camisa com os dizeres ?True Love. I Love you? (Amor verdadeiro. Eu te amo), e mostrou que o romance anda bem mesmo à distância, já que ela mora na Itália. Havia a expectativa de Barbara pintar na festa, o que não aconteceu.

Com cerca de 1000 pessoas presentes, a festa teve comida e bebida liberada a todos os convidados. Salgadinhos, como croquete e coxinha, e refrigerantes, destilados e energéticos animaram a comemoração, que contou com show da dupla sertaneja Marcos e Belutti.

Emerson Sheik, que chegou dirigindo uma Porsche, foi um dos mais solícitos com a imprensa. Irreverente, se disse tranquilo quanto à presença de muitas mulheres (cerca de 70% das presentes). ?Estou tranquilo. Muito bem, muito bem. Ainda bem!?, divertiu-se. Ao ser questionado sobre o que diria aos rivais, que veem o Corinthians levantar mais uma taça, soltou mais uma de suas provocações: ?Durmam!?, limitou-se a dizer.

Quem também chamou a atenção na balada foi Zizao. Mesmo com participação quase nula no título do Paulistão, o chinês curtiu a sua primeira festa na noite paulistana desde que desembarcou no Brasil. Ao ser questionado se pretendia ?ficar? com alguma mulher na casa noturna, antes de entrar, o asiático deixou a possibilidade no ar: ?Talvez, talvez?.

Dentro do Villa Mix, quem o viu, porém, garante que ele terminou a noite sozinho. Mostrou-se admirado com a beleza das mulheres, mas, tímido, limitou-se a curtir a festa no espaço reservado aos jogadores ? saía apenas quando tinha de ir ao banheiro. Assim como Pato, o chinês foi bastante assediado e atendeu a todos os pedidos de fotos com um sorriso no rosto.

Cássio, Paulinho, Ralf, Romarinho, Fábio Santos, Danilo, Guerrero, Guilherme e Willian Arão foram os outros jogadores que marcaram presença na comemoração. Duílio Monteiro Alves e Edu Gaspar representaram a diretoria corintiana na festa do 27º título paulista.

Fonte: UOL