Fifa ameaça tirar São Paulo e Natal da Copa do Mundo de 2014

Entidade também confirmou que as duas cidades foram descartadas para receber a Copa

Capital econômica do Brasil, São Paulo corre sério risco de não ser uma das cidades-sede da Copa do Mundo de 2014, assim como Natal. Em reunião na Fifa, nesta sexta-feira, o secretário geral da entidade garantiu que não tolerará atrasos na obras do Mundial. Na ocasião, Jerome Valcke confirmou que a cidade de maior população do país e a capital do Rio Grande do Norte já estão realmente fora da Copa das Confederações.

O comitê organizador da Copa de 2014 apresentou um relatório sobre os progressos dos preparativos em todo o Brasil. Os dirigentes afirmaram que, de um modo geral, estão satisfeitos com o cronograma da obras. No entanto, seguem preocupados com a infraestrutura de transportes, inclusive dos aeroportos.

A assessoria de imprensa do comitê paulista da Copa de 2014 informou que está avaliando a decisão da Fifa com a prefeitura e com o governo paulista para se pronunciar de forma oficial. A Arena Itaquera, escolhida pelo COL para receber o Mundial, ainda não saiu do papel. A cidade de São Paulo pleiteia a abertura do Mundial.

O caso de Natal também é preocupante. Para erguer o Estádio das Dunas, o governo do Rio Grande do Norte ainda precisará iniciar as demolições do Machadão e do Machadinho. A expectativa é que tudo esteja finalizado até o fim de junho. O comitê local ainda vai divulgar um parecer oficial sobre as ameaças da Fifa de perder até a Copa do Mundo.

A boa notícia vem do setor de hospedagem e ingressos da Fifa. O diretor responsável pela área disse que a qualidade dos hotéis no Brasil está acima da expectativa. Ele afirmou que a venda de pacotes turísticos para o país, a três anos da Copa, já é três vezes maior do que em toda a história dos Mundiais. A entidade também confirmou que o Riocentro, no Rio de Janeiro, receberá a sede do Centro Internacional de Transmissão (IBC).

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com