Fifa investiga ofensas de Diego Maradona

As declarações de Maradona poderão ser objeto de punição

O Comitê de Disciplina da Fifa abriu nesta quarta-feira uma investigação oficial sobre as declarações de Diego Maradona no dia em que a Argentina venceu o Uruguai, pelas eliminatórias, e garantiu vaga na Copa do Mundo de 2010. As informações foram publicadas pelo jornal "As", da Espanha.

O Comitê de Disciplina da Fifa abriu nesta quarta-feira uma investigação oficial sobre as declarações de Diego Maradona no dia em que a Argentina venceu o Uruguai, pelas eliminatórias, e garantiu vaga na Copa do Mundo de 2010. As informações foram publicadas pelo jornal "As", da Espanha.

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, explicou que as declarações de Maradona poderão ser objeto de punição, segundo o artigo 58 do Código Disciplinar. O técnico tem a chance de pegar um ganho de até cinco jogos e multa de 30 mil francos suíços, aproximadamente R$ 52 mil.

Se pegar a pena máxima, Maradona não poderá comandar a Argentina nos primeiros dois jogos da fase de grupos da Copa do Mundo de 2010. Isso porque pagaria as três primeiras partidas nos amistosos data Fifa (dois neste ano e um no ano que vem) e as duas últimas nas primeiras rodadas do Mundial.

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, explicou que as declarações de Maradona poderão ser objeto de punição, segundo o artigo 58 do Código Disciplinar. O técnico tem a chance de pegar um ganho de até cinco jogos e multa de 30 mil francos suíços, aproximadamente R$ 52 mil.

Se pegar a pena máxima, Maradona não poderá comandar a Argentina nos primeiros dois jogos da fase de grupos da Copa do Mundo de 2010. Isso porque pagaria as três primeiras partidas nos amistosos data Fifa (dois neste ano e um no ano que vem) e as duas últimas nas primeiras rodadas do Mundial.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com