Flamengo estuda contrato de R$ 75 mil por jogo para Adriano

Flamengo estuda contrato de R$ 75 mil por jogo para Adriano

Adriano vestirá a camisa 10 do Flamengo assim que acertar novo contrato com clube.

Aos poucos, ainda que de maneira bem devagar e sem pressa, o Flamengo começa a preparar o retorno de Adriano. O clube já decidiu que não irá fazer mais nenhuma grande contratação para a temporada e guarda a camisa 10 para o atacante. Agora, estuda um contrato de risco para oficializar seu retorno e quer pagar R$ 75 mil por jogo do Imperador.

"A camisa 10 está guardada para ele e isso não é mais segredo para ninguém. Só depende dele. Estamos focados no jogo do Palmeiras [nesta quarta], mas o Zinho [diretor de futebol] vai conversar com o Adriano ainda esta semana e vamos nos organizando. Estamos animados, queremos ele de volta, mas nada de festa por enquanto. Vamos fazer tudo com calma", explicou o vice-presidente de futebol do clube, Paulo César Coutinho.

R$ 75 mil por jogo

Segundo apurou a reportagem do UOL Esporte, a diretoria pretende combinar em contrato um valor aproximado de R$ 75 mil por partida que o Imperador disputar. Além, é claro, de bônus por gols marcados e premiações por títulos conquistados. Outro ponto a ser discutido é o tempo de duração. Enquanto o jogador quer uma extensão do compromisso até a Copa do Mundo de 2014, o clube prefere assinar um vínculo até dezembro, podendo ser renovado depois.

"A ideia é manter o modelo de produtividade neste contrato a ser assinado com ele. E isso não será apenas para o Adriano. Pensamos em fazer isso com todos os jogadores que chegarem a partir de agora no Flamengo. Grandes clubes da Europa já fazem isso e tem dado muito certo", argumentou o vice de futebol.

Paulo César Coutinho ratificou ainda a avaliação a ser feita por José Luiz Runco, chefe do departamento médico do Flamengo, antes de qualquer tomada de decisão oficial.

"Vamos aguardar também uma avaliação dos nossos médicos. Queremos saber como foi esse período de recuperação e como ele está realmente. Depois disso, vamos nos reunir e só então falar em contrato. Nós o queremos, ele também quer jogar no clube, mas temos que ter uma posição sobre suas reais condições. Queremos ver o que ele pode render", explicou Coutinho.

Apesar da tranquilidade do vice-presidente, pessoas próximas ao departamento de futebol se preocupam com o passar do tempo. Para muitos, Adriano, que ainda precisaria passar por um longo trabalho de recondicionamento físico, teria pouquíssimo tempo para jogar nesta temporada. O Imperador segue o tratamento por conta própria e expõe nas redes sociais a vontade voltar ao rubro-negro. O jogador passou por uma nova cirurgia no tendão do pé esquerdo em abril deste ano e, desde então, realiza trabalho de fisioterapia para sua recuperação.

Fonte: UOL