Fla se acerta com nova fornecedora e deve pagar R$ 3 mi por distrato

lube pretende levar este mês proposta da Adidas para o Conselho, mas precisa fazer depósito para garantir quebra de vínculo com Olympikus


Fla se acerta com nova fornecedora e deve pagar R$ 3 milhões por distrato

Depois de revisar e discutir pontos de um contrato de 90 páginas oferecido pela Adidas, a direção do Flamengo tenta encaminhar a proposta para o Conselho Deliberativo até o fim do mês para ter a nova fornecedora de material esportivo a partir de maio, quando começa o Campeonato Brasileiro de 2013. A Olympikus já é tratada como futura ex-parceira. Mas o clube precisa depositar R$ 3 milhões para a empresa até o dia 10 de dezembro, conforme previsto no termo de distrato do vínculo que iria até 2014. Caso o Rubro-Negro não cumpra o acordo, a Olympikus tem direito de permanecer até o fim do contrato.

- Encaminhamos o contrato da Adidas, entregamos para o Conselho Deliberativo. Agora, sugerimos que seja votado até o dia 26, 27. A proposta da Adidas tem dois aspectos: o financeiro, que é muito bom, é o melhor contrato de fornecimento de material esportivo do Brasil. Serão R$ 38 milhões por ano, um caminhão de dinheiro; outro aspecto é a internacionalização da marca, passaremos a ser top five da Adidas, ao lado de Bayern de Munique, Chelsea, Milan e Real Madrid. Serão vendidas camisas do Flamengo em lojas de todo o mundo ? afirmou o vice-presidente de marketing do Flamengo, Henrique Brandão.

A Olympikus exigiu R$ 13 milhões para deixar o clube antes do fim do contrato. Além dos R$ 3 milhões que precisam ser depositados até o dia 10 de dezembro, a fornecedora deixou de fazer os pagamentos desde outubro e ficaria assim até abril, ao término do Campeonato Carioca, o que totalizaria os R$ 13 milhões.

- A Olympikus foi parceiraça, atendeu todas as nossas solicitações, a relação foi ótima. Acho que eles não conseguiram cobrir a proposta ? completou o vice de marketing.

Existe pressão de uma ala do clube a fim de que a votação aconteça antes das eleições para presidente marcadas para 3 de dezembro.Caso isso aconteça, a votação no Conselho promete ser quente. A oposição questiona o fato de uma decisão importante e que acarretará numa união para os próximos 10 anos ser votada antes do pleito.

No último mês, a Olympikus contabilizou a venda de apenas quatro mil camisas do Flamengo. Houve mês em que a empresa chegou a vender 120 mil peças.

Fonte: GloboEsporte.com