Flamengo aceita Adriano para suprir pressão por fracassos

Após polêmicas no início da recuperação, Adriano virou unanimidade no Flamengo.

Adriano quer esquecer os problemas recentes e dar a volta por cima no Flamengo em mais uma passagem pela Gávea. E o atacante não está sozinho nessa empreitada. Quem também precisa deixar para trás as rotineiras polêmicas envolvendo o Imperador para ver o negócio dar certo são os mandatários do rubro-negro. Para aceitar o novo camisa 10 e minimizar a pressão após seguidos fracassos em negociações dos últimos meses, os dirigentes estão tendo que "ignorar" alguns capítulos recentes envolvendo o jogador.


Flamengo aceita Adriano para suprir pressão por fracassos

E exemplos para problemas nos últimos meses não faltam, desde as inúmeras faltas às sessões de fisioterapia até a saída do CT para realizar o final de seu tratamento por conta própria. Muitos dirigentes do rubro-negro não gostaram desses episódios, mas "engoliram" as estripulias de Adriano pela falta de opção no mercado.

Ídolo da torcida, Adriano era a única solução ao alcance do Flamengo para dar uma resposta ao seu torcedor. A diretoria demorou, buscou outros nomes, mas entendeu que não deveria bater de frente com as arquibancadas, principalmente pelo momento conturbado dentro de campo vivido nas últimas semanas.

Logo, então, o discurso de dúvida sobre a chegada de Adriano deu lugar ao entusiasmo pelo seu retorno ao rubro-negro. Se antes os dirigentes evitavam falar do Imperador e não comentavam seus problemas alegando que o jogador não tinha nenhum vínculo com o Flamengo, agora ele já era o "camisa 10 dos sonhos" da cúpula rubro-negra.

A última grande demonstração de total apoio ao craque foi dada no último sábado, em reunião com a presença da presidente Patricia Amorim, do vice de futebol Paulo César Coutinho, do diretor executivo Zinho, do técnico Dorival Júnior e do médico José Luiz Runco. Passando por cima de desconfianças em períodos não muito distante, a diretoria se reuniu com seu "pelotão de frente" para demonstrar apoio ao jogador e reforçar que todos gostariam de tê-lo no clube.

E mesmo com todo o apoio declarado pela diretoria, o responsável pelo comando técnico do time ainda rechaça o entusiasmo e sabe que para escalar o jogador os problemas não podem ser esquecidos tão facilmente. Dorival evitou polêmicas, mas reforçou que Adriano precisa provar nos treinos a vontade que tanto mostra nas entrevistas.

"O Adriano em forma, focado, em condições, aí será um grande reforço. Isso desde que queira buscar sua melhor condição. Se estiver disposto, é uma grande contratação. Mas tem que mostrar isso", disse o contido treinado.

Nos campos, Adriano só poderá confirmar a mudança de postura com o tempo. No entanto, nos bastidores, o atacante mostrou novamente que foi uma boa aquisição dos cartolas para evitar novos problemas e questionamentos pela falta de um camisa 10. Na última segunda-feira, após o "ok" do departamento médico e o anúncio da iminente assinatura de contrato, a torcida "esqueceu" as críticas à diretoria e festejou, nas redes sociais, a volta do seu Imperador.

Fonte: UOL