Flamengo e Corinthians farão uma partida amistosa no fim do ano na Palestina

A reunião para selar a primeira etapa aconteceu na casa do presidente do Flamengo

Atendendo a um pedido do Governo Federal, Flamengo e Corinthians farão um jogo no fim deste ano, na Palestina, em data e local a serem confirmados. As duas equipes jogarão uma partida amistosa, e não a válida pelo returno do Campeonato Brasileiro, como chegou a ser cogitado.

A reunião para selar a primeira etapa do jogo aconteceu na tarde desta segunda-feira, na casa do presidente do Flamengo, Márcio Braga, no Rio de Janeiro. Os clubes foram representados na coletiva pelo presidente em exercício do Rubro-Negro, Delair Dumbrosck, e o diretor de marketing do Corinthians, Luis Paulo Rosemberg. A coordenadora geral de eventos esportivos do Itamaraty, Vera Cintia, representou o Itamaraty.

A partida entre as equipes brasileiras será uma reedição do ?Jogo da Paz?, quando a seleção brasileira visitou e enfrentou o Haiti em 2004, em Porto Príncipe. Ronaldo, agora no Corinthians, estava presente no ataque do Brasil e teve participação nesta nova iniciativa.

- Vou cometer uma inconfidência. Quando estávamos acertando o contrato, ele fez um apelo para realizarmos uma partida filantrópica na Palestina - explicou o diretor de marketing do Corinthians, Luis Paulo Rosemberg.

Na goleada por 6 a 0 sobre o Haiti, no estádio Sylvio Cato, Ronaldinho Gaúcho marcou três vezes. O meia Roger, ex-Fla, Fluminense, Corinthians e Grêmio, fez dois, enquanto Nilmar, hoje no Internacional, deixou a sua marca.

A experiência positiva em 2004 foi o modelo utilizado pelo Governo Federal para convidar os dois clubes mais populares do país para visitarem a Palestina.

- Será o segundo jogo da paz. O maior embaixador do Brasil é o nosso futebol. Informalmente temos uma receptividade excelente das autoridades palestinas para receberem este grande presente - disse Vera Cinthia.

Fonte: GloboEspote, www.globoesporte.com