Flamengo e Corinthians se reencontram sem badalação

Times voltam a se enfrentar no Rio de Janeiro depois de duelo pela Libertadores

Há seis meses, Flamengo e Corinthians pisavam no gramado do Maracanã para iniciar duelo pela Libertadores como dois dos mais badalados times do país. O tempo passou e o entusiasmo arrefeceu. No entanto, com a base mantida, o Alvinegro paulista soube se recuperar da traumática eliminação e luta pelo título do Brasileiro, enquanto o oponente desta quarta-feira (27), esfacelado, tem desejo mais inglório.

Com apenas 38 pontos em 31 rodadas, o Rubro-Negro, 13º colocado, em nada lembra aquele time que era tido como favorito ao torneio continental. Brigando contra o rebaixamento, a equipe trocou de treinador duas vezes desde então e perdeu suas referências.

Não está mais no plantel flamenguista a temida dupla de ataque intitulada de Império do Amor, formada por Adriano e Vagner Love. Ambos voltaram para Europa. Capitão do time, o goleiro Bruno está preso desde julho, suspeito do sumiço de Eliza Samudio, sua ex-amante.

Com tantas perdas e algumas caras novas, o time titular do Flamengo deve ter apenas quatro atletas que iniciaram o jogo da chuvosa noite do dia 28 de abril, vencido por 1 a 0 pelos carioca, gol de pênalti marcado por Adriano. São eles os laterais Leo Moura e Juan, o zagueiro David e o volante Willians.

Contudo, a principal novidade está no banco de reservas. Há quatro rodadas no comando da equipe, Vanderlei Luxemburgo está invicto à frente do Rubro-Negro, com dois triunfos e dois empates.

Ele chegou à Gávea para substituir Silas, que já havia sido contratado para a vaga de Rogério Lourenço, que dirigiu o Flamengo no mata-mata da Libertadores, estreando justamente contra o Corinthians, há seis meses.

Entretanto, mudar de comando não é ?privilégio? flamenguista. Assim como o rival, o Corinthians também mexeu bastante no banco de reservas desde aquele confronto. Mano Menezes, na seleção brasileira, foi substituído por Adilson Batista, desligado recentemente. O interino Fabio Carille ocupou o posto por duas rodadas, até Tite assumir.

O treinador, apresentado na semana passada, debutou no domingo (24), no clássico diante do Palmeiras. Com sucesso, venceu por 1 a 0 e amenizou o clima no Parque São Jorge, com a equipe chegando aos 53 pontos e voltando a acreditar no título. A diferença para o líder Fluminense é de apenas um ponto.

Para isso, o Timão, embora com tantos treinadores, manteve a base da equipe. Oito titulares do duelo de ida da Libertadores deverão iniciar o jogo desta quarta-feira (27), às 22h, no Engenhão.

Uma das novidades será o meia Bruno Cesar, que não disputou o torneio continental, mas tem sido o destaque da equipe no Brasileirão. Com 12 gols, é o vice-artilheiro da competição e foi o responsável pela vitória no clássico contra o Palmeiras.

Confira a ficha do confronto de ida pela Libertadores:

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 1 X 0 CORINTHIANS

Data: 28/4/2010 (quarta-feira)

Local: estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Horário: 21h50 (horário de Brasília)

Árbitro: Carlos Amarilla (PAR)

Auxiliares: Emigdio Roa e Nicolas Yegros (ambos do PAR)

Público: 72.442 presentes

Renda: R$ 2.240.800,00

Cartões amarelos: Fierro (F); Roberto Carlos e Moacir (C)

Cartão vermelho: Michael (F)

Gol: FLAMENGO: Adriano, aos 20min do segundo tempo

FLAMENGO

Bruno; Léo Moura, David, Ronaldo Angelim e Juan; Rômulo, Maldonado (Toró), Willians (Fierro) e Michael; Vagner Love (Vinícius Pacheco) e Adriano

Técnico: Rogério Lourenço

CORINTHIANS

Julio Cesar; Moacir, Chicão, William e Roberto Carlos; Ralf, Jucilei, Elias e Danilo (Jorge Henrique); Dentinho (Iarley) e Ronaldo (Souza)

Técnico: Mano Menezes

Fonte: R7, www.r7.com