Flamengo estréia na Libertadores e tenta apagar vexame

Flamengo estréia na Libertadores e tenta apagar vexame

Campeão brasileiro recebe o Universidad Católica e tenta esquecer eliminação de 2008

O Flamengo estreia na Copa Libertadores nesta quarta-feira (24), às 21h50 (horário de Brasília), recebendo o Universidad Católica, do Chile, no Maracanã, pela primeira rodada do Grupo 8. Depois de ser eliminado da Taça Guanabara, com uma derrota por 2 a 1 para o Botafogo, o Rubro-negro tenta devolver um pouco de confiança aos seus torcedores.

Inicia-se também a tentativa da equipe de apagar a eliminação ocorrida em 2008, última participação rubro-negra no torneio sul-americano. Na ocasião, empurrado pelo atacante paraguaio Salvador Cabañas, o América do México venceu o Flamengo por 3 a 0, no Maracanã, e tirou o Fla nas oitavas de final.

A chave teve até aqui a vitória por 1 a 0 da Universidad de Chile sobre o Caracas, em Viña del Mar. A Católica disputou a fase preliminar da competição, quando eliminou o Colón, da Argentina, nos pênaltis, após os dois times terem vencido como anfitriões por 3 a 2.

Andrade, técnico do Flamengo, vem conversando com os jogadores para mostrar a importância de se começar a caminhada na Copa Libertadores com uma vitória. Pelo atual regulamento, nem todos os segundos colocados se garantem nas oitavas de final. Dessa maneira, os pontos disputados em casa são fundamentais.

- Temos que conquistar todos os pontos que disputarmos na nossa casa e isso é uma realidade que a competição exige. O nosso pensamento deve ser o de vencer todas as partidas para terminarmos o grupo na primeira colocação. Isso por si só já torna o confronto desta quarta-feira importante demais. Fora isso, em caso de tropeço, a pressão aumentará sobre o grupo e temos que ter tranquilidade.

Para Andrade, o tropeço diante do Botafogo já faz parte do passado para os jogadores flamenguistas. O treinador acredita que o elenco rubro-negro reconhece que a Copa Libertadores é a prioridade na Gávea.

- Nossa prioridade nesta temporada começa nesta quarta-feira, quando teremos um difícil compromisso diante da Católica. Não será um jogo fácil, pois nosso rival eliminou o Colón na fase anterior e chega certa de que pode nos surpreender. O jogo contra o Botafogo faz parte do passado e estamos focados apenas na Católica.

Se Andrade tem a garantia de que o grupo não pensa mais nos botafoguenses, os jogadores do Flamengo não tiram da cabeça a ideia de que a torcida deve comparecer em peso ao Maracanã. O atacante Vagner Love considera isso fundamental para a conquista de um bom resultado.

- A nossa torcida terá um papel fundamental na disputa desta Copa Libertadores. O Flamengo ganha muito mais força quando a nação lota o Maracanã e nos incentiva do primeiro ao último minuto. Além disso, os nossos adversários sentem mesmo esse tipo de pressão e não podemos abrir mão de uma arma importante como essa.

Apesar de os flamenguistas garantirem que a derrota para o Botafogo faz parte do passado, suas consequências se refletem na escalação da equipe. Antes titular absoluto, o zagueiro Ronaldo Angelim foi barrado por estar mal tecnicamente. Andrade não recuou da decisão mesmo sabendo que o reserva imediato, David, terá que cumprir suspensão por conta de sua expulsão no empate por 1 a 1 contra o Fluminense, pela Copa Sul-Americana do ano passado. Com isso, o setor será composto por Álvaro e Fabrício, a novidade principal contra os chilenos.

A Católica é a 11ª colocada do Campeonato Chileno, com sete pontos. No fim de semana, a equipe foi derrotada por 2 a 1 pelo Unión Española, o que gerou uma forte crise no clube. Segundo alguns veículos de comunicação chilenos, um novo tropeço pode gerar a queda do técnico Marco Antonio Figueroa, que se nega a deixar o cargo.

Fonte: R7, www.r7.com