Flamengo goleia o Coritiba por 5 a 0

O resultado mantém os cariocas a quatro pontos do líder Grêmio

Talvez nos pedidos por seu anivers?rio, Leo Moura tenha prestigiado Obina. Nesta quinta-feira, o atacante viveu uma noite estilo "melhor do que Eto"o" e ajudou a garantir a goleada do Flamengo por 5 a 0 sobre o Coritiba, no Maracan?. O resultado mant?m os cariocas a quatro pontos do l?der Gr?mio, mas os faz subir - pelo menos at? s?bado - para a quarta posi??o, com 55 pontos. O pr?ximo confronto ser? na quarta-feira contra o Vit?ria, em Salvador, pela 32? rodada do Brasileir?o.

Se at? esta quinta-feira, o Rubro-Negro era criticado pelas atua?es pouco convincentes, os jogadores resolveram responder. E capitaneados por Obina. O baiano fez um gol, deu passe para outro, e ainda sofreu uma penalidade. No fim, at? o goleiro Bruno brilhou na linha, ao cobrar com estilo um p?nalti, e fazer seu segundo gol na carreira.

O Coritiba, com pequenas chances de chegar ? Libertadores, foi totalmente dominado e permanece em oitavo lugar, com 46 pontos. Na pr?xima rodada, a chance de reabilita??o ser? contra o Atl?tico-MG, quarta-feira, no Couto Pereira.

Anivers?rio de Leo Moura; palmas para Obina

Leo Moura pediu uma vit?ria convincente do Flamengo para festejar o anivers?rio de 30 anos nesta quinta. O desejo mexeu com Obina. Inspirado desde o in?cio da partida, o atacante subiu mais do que a zaga do Coritiba aos 16 minutos e acertou o trave ap?s cruzamento de Luizinho.

Tr?s minutos depois, Ja?lton deu um passe longo, que teoricamente seria cortado facilmente pela zaga paranaense. Seria, se Obina n?o tivesse acreditado e roubado a bola. Jo?o Henrique chegou atrasado e derrubou o rubro-negro dentro da ?rea.

O ?rbitro Carlos Eug?nio Simon assinalou o p?nalti aos 21. Foi o presente especial para Leo Moura. O novo trint?o quase desperdi?ou. No primeiro chute, Vanderlei defendeu no canto esquerdo. A bola sobrou e o lateral completou para o gol vazio. Na comemora??o, recebeu o "parab?ns pra voc?" da torcida.

O Coritiba ainda amea?ou em alguns contra-ataques, mas Keirrison foi bem bloqueado por A?rton. Quando a zaga n?o apareceu, Bruno impediu o gol, como na cabe?ada de Felipe, aos 15 minutos.

Mas o protagonista do primeiro tempo foi mesmo Obina. O camisa 18 chutou de fora da ?rea e quase surpreendeu Vanderlei, aos 30. No lance seguinte, Marcelinho Para?ba tabelou com Ibson e o volante desperdi?ou a chance tocando ? direita da baliza.

No contra-ataque seguinte, o Flamengo n?o perdoou. Kleberson arrancou pela direita, teve calma e encontrou Obina na marca do p?nalti. O centroavante dominou e chutou rasteiro no canto direito, sem chance para o goleiro.

No segundo tempo, os visitantes passaram a ter mais posse de bola, mas insistiram nas jogadas a?reas e facilitaram o trabalho de Bruno. At? que aos 26, Keirrison entrou livre na ponta esquerda e chutou rasteiro para fora.

O Flamengo respondeu com Ibson, que chutou cruzado aos 27, mas Vanderlei defendeu. Obina fez jogada de craque aos 29: deixou um zagueiro do Coritiba deitado, mas a finaliza??o raspou em um jogador do Coritiba e saiu.

Em duas jogadas, a goleada se desenhou. Maxi roubou a bola, passou para Fierro, e o chileno rolou para Ibson bater no alto e fazer o terceiro, aos 32. Dois minutos depois, Obina arrancou pela esquerda, driblou dois zagueiros e rolou para Maxi, na segunda trave, empurrar. Foi a senha para a torcida voltar a acreditar no t?tulo.

No ?ltimo minuto, Ibson foi derrubado na ?rea por Al?. Outro p?nalti. Obina pegou a bola para bater, mas a torcida pediu, e o goleiro Bruno foi para a cobran?a. E, "? la Djalminha" fez o quinto.

Fonte: Globo Esporte