Flamengo lança novos uniformes com escudo da CBF e inscrição de hexacampeão

Flamengo lança novos uniformes com escudo da CBF e inscrição de hexacampeão

Kleberson, David e os goleiros Bruno, Marcelo Lomba e Paulo Victor são os modelos escolhidos para a apresentação das camisas

O Flamengo apresentou seu novo uniforme nesta sexta-feira, em evento realizado na Gávea. A loja da Olympikus foi toda decorada para a apresentação da camisa que já será vista em campo contra o Universidade Católica, na próxima quarta-feira, no Maracanã, na estreia rubro-negro na Taça Libertadores 2010.

O volante Kleberson, o zagueiro David e os goleiros Bruno, Marcelo Lomba e Paulo Victor foram os modelos escolhidos para divulgarem os novos modelos. Todos têm o escudo da CBF com a palavra "hexacampeão" no peito, por conta da conquista do Brasileirão em 2009, e os logotipos dos novos patrocinadores, Batavo e BMG. No uniforme número um, o rubro-negro, as listras foram mantidas do mesmo tamanho do anterior, e o seu escudo é bordado.

O número dois passa ter a faixa horizontal no peito, sendo metade vermelha e metade preta. No evento, foram apresentados também quatro tipos de uniformes de goleiro: cinza e preto, azul e amarelo, branco e rubro-negro. O patrocínio frontal na camisa branca e na dos goleiros ficou mais discreto. A camisa principal já está à venda na Fla Concept.

A partir da próxima semana, as outras camisas (número dois, de goleiros e de treinos) também serão vendidas. Um terceiro uniforme, azul e amarelo, só será lançado no meio do ano. - Essa parceria é indispensável para o Flamengo. Ano passado, Internacional, São Paulo e Cruzeiro juntos não venderam o número de camisas que o Flamengo vendeu em seis meses.

E olha que era ano do centenário do Inter – disse Patrícia Amorim, presidente do Flamengo. - Ano passado, em cinco meses e meio tínhamos o objetivo de vender um milhão de todos tipos de peças. Passamos mais de 20% esse número. Nenhum clube na história do futebol brasileiro conseguiu esse número – disse Túlio Fornícola Filho, diretor executivo da Olympikus.

Fonte: Globo Esporte