Flamengo recua e mantém Rodrigo Caetano no cargo

Diretor executiva vem sendo contestado pela torcida

Um dos profissionais mais ameaçados na crise do Flamengo, Rodrigo Caetano recebeu o aval da administração Bandeira de Mello e segue na função de diretor executivo de futebol do Rubro-negro.

O profissional exerce as funções normalmente nesta terça-feira (24) e viajará para Volta Redonda, onde o time enfrenta a Chapecoense, quarta-feira (25), às 21h, pelo Campeonato Brasileiro.

A diretoria foi bastante pressionada em demitir o profissional e mudar a configuração do departamento. Pelo menos duas longas reuniões aconteceram, porém, sem nenhum anúncio oficial.

Apesar da fritura nos bastidores, Rodrigo Caetano por enquanto continua no cargo e pode ganhar um companheiro para desempenhar a função, já que a diretoria estuda a contratação de um gerente de futebol. Vale lembrar que o executivo renovou o vínculo com o Flamengo até dezembro de 2018, quando se encerra o mandato do presidente Bandeira.

Agora, a diretoria aguarda a situação do técnico Muricy Ramalho. A expectativa é a de que mudanças e reforços sejam anunciados até o final da semana. Procurado pela reportagem para comentar a situação de Rodrigo Caetano, o vice de futebol Flávio Godinho respondeu.

"Nossa posição segue. Silêncio no quartel até a definição da situação do Muricy. O foco é o jogo de amanhã [quarta-feira]. Para tanto, contamos com todos os profissionais do departamento de futebol", encerrou.


Rodrigo Caetano segue na função de diretor executivo de futebol do Flamengo (Crédito: Reprodução)
Rodrigo Caetano segue na função de diretor executivo de futebol do Flamengo (Crédito: Reprodução)




Fonte: Com informações do Uol