Fluminense e Timão: jogo com gostinho de final

Fluminense e Timão: jogo com gostinho de final

Protagonistas do Brasileiro querem espantar mau momento e concorrência pela liderança nesta quarta-feira, no Engenhão

O jogo vale três pontos, da mesma forma que os outros 37 do Campeonato Brasileiro. Mas para Fluminense e Corinthians o duelo desta quarta-feira, pela 22ª rodada, não é apenas mais um. Vale o orgulho, a constatação de que os recentes resultados claudicantes não vão se perpetuar. Enfim, o duelo no Engenhão vale a liderança e isso não é pouca coisa.

A dupla polariza a ponta desde as primeiras rodadas. Até a décima, o Timão foi soberano. Depois, o time de Muricy Ramalho assumiu o posto e praticamente não o largou mais. No momento, tem 41 pontos. O adversário tem 38, um jogo a menos, e toma a ponta se vencer por dois ou mais gols de diferença.

A partida atraiu a atenção do técnico da seleção brasileira, Mano Menezes. Ele estará no estádio.

O GLOBOESPORTE.COM acompanha em Tempo Real, com vídeos. A TV Globo exibe para o estado de São Paulo.

O QUE ESTÁ EM JOGO?

Sim, Fluminense e Corinthians lideram o Brasileiro. Não, eles não estão em bom momento. A curva é descendente, com desordens internas, principalmente no Tricolor. O momento instável favoreceu a outros concorrentes. Botafogo e Cruzeiro encostaram e ameaçam a soberania da dupla.

O líder venceu uma das últimas sete partidas. Fred não joga desde julho, mas na última semana mexeu negativamente com o ambiente ao criticar abertamente o chefe do departamento médico Michael Simoni, que pediu demissão. A rixa entre o goleiro Fernando Henrique e o reserva dele Rafael também veio a público.

Dentro de campo, desfalcado de peças importantes como Diogo, Diguinho e Emerson, e ainda adaptando-se à entrada de Deco, o time perdeu para o Atlético-GO por 2 a 1. Apesar dos problemas, a torcida foi ao último treino e apoiou o grupo com uma faixa: ?Não tem crise, tem guerreiros?

O Corinthians também foi mal na última rodada. Perdeu pênalti e assistiu ao gremista Douglas pôr fim aos 100% de aproveitamento no Pacaembu. Envolvido em repetidos problemas com lesões e sobrepeso, Ronaldo mais uma vez não joga.

AS ESCALAÇÕES

Os problemas médicos atrapalham, mas Muricy Ramalho tem um retorno no confronto desta quarta-feira. Após cumprir suspensão, Fernando Bob volta ao meio-campo na vaga de Carlinhos. Desta forma, Julio Cesar, que jogou improvisado na última rodada, retorna à ala esquerda.

O esquema com três zagueiros e Washington isolado na frente está mantido. Para auxiliá-lo, o Coração Valente conta com Conca e Deco. Ainda fora de ritmo, Belletti permanece no banco de reservas. Provável escalação: Fernando Henrique; Leandro Euzébio, André Luis e Gum; Mariano, Fernando Bob, Valencia, Deco, Conca e Carlinhos; Washington.

Adilson Batista terá de fazer mudanças no Corinthians. O lateral-direito Alessandro retorna de suspensão, enquanto o lateral-esquerdo Roberto Carlos está recuperado de dores na coxa

direita e volta normalmente.

O zagueiro William, com um desconforto no pé direito, é dúvida. O mesmo acontece com o volante Ralf, que ainda sente um incômodo no tornozelo esquerdo. A grande dúvida está no ataque: Iarley não vem agradando e pode perder o lugar para Souza. Provável escalação: Julio Cesar, Alessandro, Paulo André, William e Roberto Carlos; Ralf (Boquita), Elias, Jucilei e Bruno César; Jorge Henrique e Iarley (Souza).

QUEM ESTÁ FORA?

O Fluminense tem uma lista extensa de desfalques, a maioria por problemas musculares. Fred e Diguinho são problemas frequentes e nas últimas partidas ganharam a companhia de Diogo e Emerson. O Sheik, aliás, só deve ter condição de voltar ao time no dia 29 de setembro, contra o Avaí.

A grande ausência do Corinthians é Ronaldo. O Fenômeno voltou a sentir dores na panturrilha direita e não foi liberado pelos médicos. O jogador participou de apenas três das 20 partidas do Timão na competição. O zagueiro Chicão ainda se recupera de um problema no joelho direito e o atacante Dentinho continua fazendo tratamento por causa de uma lesão na coxa esquerda. Ambos sequer foram relacionados.

PENDURADAS

Fluminense: Andre Luis, Carlinhos e Marquinho.

Corinthians: Bruno Cesar, Danilo, Jucilei, Leandro Castan, Paulinho e William

FIQUE DE OLHO

Deco: aos 33 anos, o apoiador tem ligação afetiva com o Corinthians. Foi no clube paulista que iniciou a carreira, em 1996. Disputou dois jogos e partiu para a trajetória de sucesso na Europa. Sempre declarou que o Timão teria a preferência na volta ao Brasil, mas rumou para o Fluminense. Nos seis jogos que disputou, fez um gol, mas na última rodada foi o melhor em campo na derrota por 2 a 1 para o Atlético-GO.

Bruno César: Teve uma leve queda de rendimento nas últimas rodadas, mas continua sendo o principal jogador do Corinthians no torneio. Além disso, assumiu a responsabilidade pelos gols na ausência de Ronaldo. Ele é o artilheiro do Brasileirão, com nove gols, ao lado de Elias, do

Atlético-GO, e Washington, do Fluminense.

O QUE ELES DISSERAM

Washington, atacante do Fluminense: ?Nos tropeços você aprende a lição. Nunca vi aprender algo com vitória. Realmente tivemos algumas rodadas de dificuldades e poderíamos estar com número de pontos maior. O Muricy tem alertado sobre isso e não podemos mais errar?.

Adílson Batista, técnico do Corinthians: "Vencendo não pode dar volta olímpica e não temtroféu, mas é um jogo importante. Dá para ganhar mais respeito, melhorar na tabela, distanciar, já a gente sente que Cruzeiro e Botafogo estão querendo chegar. Então, é bom ganhar o jogo".

NÚMEROS E CURIOSIDADES

Certeza de gol? Há 22 anos (ou 26 jogos), Fluminense e Corinthians não empatam por 0 a 0. O último empate sem gols aconteceu no dia 7/9/1988, no Morumbi.

Casa nem tão nova. Com o fechamento do Maracanã, o Fluminense fechou acordo com o Botafogo para mandar seus jogos no Engenhão. Mas ainda precisa de adaptar à nova casa. Até o momento, o time jogou 11 vezes no estádio, com quatro vitórias, cinco empates e duas derrotas. O aproveitamento é de 51,1%. Baixo para mandantes.

ÚLTIMO CONFRONTO

Na terceira rodada do Primeiro Turno, o Corinthians venceu por 1 a 0, gol de Chicão em cobrança de falta. No entanto, a partida foi marcada pela polêmica.

Os tricolores reclamaram de um impedimento mal marcado pelo trio de arbitragem comandado por Leonardo Gaciba. No lance, Rodriguinho fez o gol que seria de empate.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com