Fluminense agora divide recorde com Timão-2005

Fluminense agora divide recorde com Timão-2005

Time carioca e Corinthians seguem isolados na parte de cima da tabela, respectivamente a dez e sete pontos do Santos, terceiro colocado

O Fluminense até a rodada passada tinha um recorde na era dos pontos corridos: o de melhor aproveitamento após as primeiras 16 partidas, com incríveis 75% dos pontos disputados. Mas o empate com o São Paulo por 2 a 2 fez o time carioca perder o status: a equipe agora tem campanha idêntica ao do Corinthians em 2005, na 17ª rodada, com 37 pontos e 72,55%.

Porém, apesar de tropeçar não ser exatamente uma boa notícia, os números ainda deixam o time das Laranjeiras em situação confortável. A equipe tem três pontos à frente do vice-líder, o próprio Corinthians. Além disso, é bom lembrar, o Timão foi campeão em 2005.

Outro dado importante é que Flu e Corinthians têm, atualmente, a maior vantagem em relação ao terceiro colocado. Enquanto a equipe carioca abriu dez pontos para o Santos, o Corinthians tem sete de vantagem para o rival da Baixada. Porém, vale lembrar que o Peixe tem um jogo a menos, justamente o confronto com o Internacional, quarto colocado também com 27 pontos. Até então, a maior margem havia acontecido em 2007, quando São Paulo e Botafogo abriram sete e cinco pontos, respectivamente, sobre o Vasco, que ocupava o terceiro lugar na 17ª rodada.

Para finalizar a comparação na parte de cima da tabela de classificação, dos integrantes do G-4 na 17ª rodada, 62,5% conseguiram classificação para a Taça Libertadores da América, contando com o Paraná, que terminou em quinto lugar em 2006. Como o Internacional, que havia conquistado o troféu continental, ficou em segundo, abriu uma vaga no G-4. No momento, a quinta e até a sexta posições estão garantindo o acesso ao torneio sul-americano, já que Inter, atual campeão da Libertadores, e Santos, vencedor da Copa do Brasil, estão respectivamente em quarto e terceiro lugares, transformando o G-4 em G-6.

Infeliz coincidência entre o Goiás e os rebaixados dos últimos anos

Na zona do desespero do Brasileirão, o Goiás vai precisar de um feito inédito para escapar do rebaixamento. Afinal, o lanterna da competição após 17 rodadas sempre terminou na Série B no ano seguinte. Além disso, de 2006 para cá, o último colocado neste momento terminou exatamente nesta posição ao fim da competição. Para aumentar ainda mais o drama e a dificuldade da missão esmeraldina, a sua campanha é idêntica à do Sport, em 2009, e à do Ipatinga, em 2008.

No entanto, de uma forma geral, os integrantes do Z-4 podem manter a esperança de se salvar do descenso. Das equipes que estavam nas quatro últimas posições após 17 rodadas disputadas, 50% conseguiram permanecer na elite do futebol brasileiro ao fim do Campeonato Brasileiro. Dois exemplos, por sinal, devem ajudar a colocar os times nas posições intermediárias em alerta. Tanto o São Caetano em 2006 quanto o Figueirense em 2008 tinham aproveitamento de 47,06% na 17ª rodada e caíram ao fim do torneio. Esse número é superior ao do atual oitavo colocado, o Avaí, que conquistou 45,1% dos pontos disputados.

Mais informações:

http://globoesporte.globo.com/futebol/brasileirao-serie-a/noticia/2010/8/fluminense-perde-status-de-melhor-campanha-e-se-iguala-ao-timao-2005.html

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com