Flu faz reunião até de madrugada  e deve anunciar Luxemburgo hoje

Flu faz reunião até de madrugada e deve anunciar Luxemburgo hoje

Celso Barros leva queda de braço e encaminha contratação do ex-treinador do Grêmio. Ney Franco era outra opção e chegou a conversar com Peter

Depois de horas de muita discussão e de uma reunião envolvendo a alta cúpula de futebol tricolor que varou a madrugada desta terça-feira, o Fluminense está muito perto de confirmar a contratação do técnico Vanderlei Luxemburgo, recentemente demitido pelo Grêmio. O anúncio deve ser feito no site oficial do clube nas próximas horas.

Participaram do encontro o presidente Peter Siemsen, o presidente da patrocinadora, Celso Barros, o vice-presidente de futebol Sandro Lima e o diretor executivo Rodrigo Caetano. A opção por Luxemburgo desde o início foi a preferida de Celso, que parece ter vencido a queda de braço contra Peter depois de muita insistência. O presidente tricolor sempre deixou claro nos corredores das Laranjeiras que, assim como grande parte de seu conselho diretor, não era a favor da contratação de Luxa, rubro-negro assumido e até mesmo sócio do Flamengo.

Desde os primeiros indícios de uma possível demissão do técnico Abel Braga, confirmada na última segunda, Peter sempre defendeu a contratação de um treinador capaz de fazer um trabalho a longo prazo. O principal alvo era Cristóvão Borges, atualmente no Bahia. O técnico até se mostrou entusiasmado ao ser procurado por Rodrigo Caetano, com quem trabalhou no Vasco. Mas a possibilidade da saída do diretor executivo no próximo mês de dezembro, quando se encerra seu vínculo com o clube, esfriou a negociação.

O plano B foi Ney Franco e Peter chegou a conversar com o ex-treinador do São Paulo pelo telefone. Ele se mostrou disposto a aceitar a oferta e até mesmo esquecer um episódio negativo de 2011. Antes da chegada de Abel, Ney foi um dos procurados para assumir o cargo. Dirigindo a Seleção Brasileira sub-20 na época, o treinador recusou a proposta e não gostou da forma como foi tratado por Celso Barros após comunicar sua decisão.

Luxemburgo busca volta por cima

Técnico que mais vezes conquistou o Campeonato Brasileiro (venceu cinco no total: 1993/1994, com o Palmeiras; 1998, com o Corinthians; 2003, com o Cruzeiro e 2004, com o Santos), Vanderlei Luxemburgo vive um momento de baixa e busca a volta por cima na carreira. Desde 2006, só levantou taças estaduais. Foi campeão paulista três vezes, duas com o Santos e uma com o Palmeiras, campeão mineiro com o Atlético-MG e campeão carioca com o Flamengo.

Em seu último trabalho no Grêmio, os números até foram positivos. Luxa foi demitido há exatamente um mês, no dia 30 de junho, com 64,8% de aproveitamento: 52 vitórias, 21 empates e 18 derrotas em 91 jogos. Mas foram os resultados gerais que minaram o trabalho do treinador. Em um ano e meio, o clube foi eliminado antes da final de dois Campeonatos Gaúchos, caiu na semifinal da Copa do Brasil, nas quartas de final da sul-americana e nas oitavas da Libertadores. A única "conquista" foi o terceiro lugar no último Campeonato Brasileiro e a consequente vaga na competição sul-americana.

Se for de fato anunciado nesta terça-feira, o treinador já pode comandar o Fluminense - ou ao menos acompanhar de um camarote - na partida contra o Cruzeiro, quarta-feira, às 19h30m (de Brasília), no Maracanã. Depois de cinco derrotas seguidas, o Tricolor ocupa a 17ª posição, a primeira da zona do rebaixamento, com nove pontos ganhos.

Fonte: GloboEsporte