Flu vence o Atlético-MG e cola na liderança

O time carioca está na segunda colocação da tabela, com 45 pontos, dois a menos que o Corinthians.

Cinco jogos depois, o Fluminense se reencontrou com as vitórias, e em grande estilo. A equipe tricolor derrotou o Atlético-MG por 5 a 1 nesta quinta-feira no Engenhão, e volta a brigar pela liderança do Campeonato Brasileiro. O time carioca está na segunda colocação da tabela, com 45 pontos, dois a menos que o Corinthians.

Já o Atlético-MG chegou ao quarto jogo sem vitórias. A goleada deixa a equipe do técnico Vanderlei Luxemburgo na perigosa 18ª posição, com 21 pontos.

Em jogo marcado por falhas dos goleiros, quem brilhou foram os laterais do Flu, Carlinhos e Mariano. O ala esquerdo marcou duas vezes, sendo que Mariano participou do gol de Gum, o terceiro da equipe carioca. Leandro Euzébio abriu o placar no Engenhão , sendo que Daniel Carvalho descontou para os mineiros e Marquinho selou a goleada.

A partida confrontou dois atletas convocados para a Seleção Brasileira pelo técnico Mano Menezes. O lateral direito Mariano, do Flu, foi chamado pela primeira vez ao time do Brasil, enquanto o zagueiro Réver, do Atlético-MG, se juntará à Seleção pela segunda vez.

O Fluminense contou com o retorno de Conca nesta quinta-feira, que se recuperou de lesão. O argentino compôs o meio de campo ao lado de Deco. No ataque, Rodriguinho, que marcou duas vezes no clássico com o Flamengo, jogou ao lado de Washington.

Já o Atlético-MG apostou em Daniel Carvalho para sua criação, com o auxílio de Serginho. Os volantes Zé Luis e Alê ficaram responsáveis por marcar Deco e Conca. O ataque foi novamente formado por Diego Tardelli e Obina.

Goleiros colaboram

Mesmo jogando fora de casa, o Atlético-MG iniciou a partida pressionando o adversário em sua saída de bola, procurando espaços na defesa. O time de Belo Horizonte buscava cruzar bolas na área, mas encontrou a resistência da zaga anfitriã. E foi justamente um defensor do Flu que abriu o placar. Aos 10min, Conca cobrou escanteio e Leandro Euzébio cabeceou forte ao fundo das redes.

A partida via equilíbrio no meio de campo, com as equipes encontrando dificuldade de criar boas jogadas. Aos 19min, Daniel Carvalho arrancou no meio de campo e foi derrubado por Fernando Bob. O próprio meia foi para a cobrança e acertou um belo chute no canto direito de Rafael, que aceitou a finalização.

Quatro minutos depois, Daniel Carvalho cabeceou e mandou por cima do gol. O Flu tinha dificuldades para passar pelo meio de campo, e Conca finalizou longe do travessão aos 24min, após passe de Washington. Três minutos depois, Rodriguinho arriscou de fora da área e mandou à direita do gol.

Se não conseguia espaços pelo meio de campo, foi pelas laterais que o Flu chegou novamente à vantagem no placar. Carlinhos driblou a marcação aos 35min pela esquerda e chutou na entrada da área, contando com a falha de Fábio Costa para estufar as redes. O próprio lateral esquerdo fez grande jogada dois minutos depois, e foi parado somente com falta por Rafael Cruz.

Obina era um dos poucos jogadores do Atlético-MG que realmente ameaçavam o gol do Flu. Aos 41min, o centroavante fugiu da marcação e chutou forte para a defesa de Rafael. O time carioca respondeu dois minutos depois, com Mariano, que passou pelos marcadores, chutou e viu Fábio Costa mandar para escanteio de manchete.

Goleada tricolor

O segundo tempo começou truncado no meio de campo, com os goleiros pouco trabalhando. Luxemburgo voltou do intervalo com Diego Souza substituindo Obina, e lançou Neto Berola no lugar de Serginho. O Flu era quem criava as melhores chances, e Réver cortou cruzamento perigoso de Deco aos 11min. No minuto seguinte, Conca finalizou desequilibrado, facilitando a defesa de Fábio Costa.

A situação do Atlético-MG se complicou ainda mais aos 17min, quando Alê cometeu falta em Rodriguinho, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Com a vantagem numérica, o Flu buscou pressionar mais e ampliou o placar em apenas dois minutos. Mariano cruzou bola na área e Gum completou de cabeça ao fundo das redes.

A equipe carioca prosseguiu no ataque, e aos 23min Mariano fez grande jogada driblando a marcação, terminando a jogada com passe para o Washington. O atacante, porém, não conseguiu domínio. No minuto seguinte, o camisa 9 recebeu na entrada da área e chutou para a boa defesa do Flu.

Perdido em campo, o Atlético-MG seguiu dando espaços ao time da casa. Aos 26min, Gum deixou a zaga, arrancou contra a marcação e perdeu a bola dentro da área mineira. Quatro minutos depois, Carlinhos tabelou com Washington, driblou Réver e chutou sem defesa para Fábio Costa, transformando a vitória do Flu em goleada.

Com o resultado mais tranquilo, Muricy sacou Mariano e Conca, pensando na sequência do Brasileiro. Já o Atlético-MG perdeu mais um jogador. Diego Souza deu uma tesoura por trás em Carlinhos e recebeu o cartão vermelho direto aos 39min.

Nos minutos finais, o Flu apenas tocou bola no campo de ataque com calma, e Carlinhos quase fez seu terceiro gol aos 44min, em chute que parou em Fábio Costa. Ainda houve tempo de Marquinho fazer o quinto gol, com toque sutil sobre o goleiro atleticano após ótimo passe de Deco, selando a goleada no Engenhão.



Fonte: Terra, www.terra.com.br