Flu vence o Ceará e segue na liderança

A equipe das Laranjeiras chegou a 41 pontos e abriu quatro de vantagem sobre o Corinthians

Depois de três partidas sem vitórias no Campeonato Brasileiro - empates contra Palmeiras e São Paulo e derrota para o Guarani - o Fluminense jogou bem e derrotou o Ceará por 3 a 1, nesta quarta-feira, no Engenhão, para garantir a liderança da competição por mais uma rodada. Washington confirmou sua boa fase e marcou duas vezes, enquanto Mariano abriu o placar. Geraldo descontou para os visitantes.

Com o resultado, a equipe das Laranjeiras chegou a 41 pontos e abriu quatro de vantagem sobre o Corinthians - que tem duas partidas a menos e ainda joga nesta quarta, contra o Atlético-PR, na Arena da Baixada. Já o Ceará, que frequentou o G-4 durante boa parte do torneio, parou nos 25 pontos e se manteve na zona intermediária da tabela.

Sem o atacante Emerson, lesionado, o técnico Muricy Ramalho escalou o time da casa no esquema 3-6-1. Gum, André Luís e Leandro Euzébio voltaram a formar o trio de zagueiros, liberando os alas Mariano e Júlio César para atacar; na frente, Washington jogou isolado, mas recebeu apoio constante de Deco e Conca.

A estratégia deu certo no início e o Fluminense pressionou o Ceará no campo de defesa até abrir o placar, aos 6min. Mariano fez o cruzamento da direita, a bola passou por Washington na área e morreu no fundo das redes do goleiro Michel Alves, que pulou tarde demais.

A equipe tricolor seguiu mandando na partida, apostando na descida constante dos alas e na movimentação de Deco e Conca no meio. Aos 22min, Conca recebeu na intermediária e deu passe preciso nas costas da defesa cearense para Washington, que tocou com categoria na saída do goleiro para ampliar a vantagem.

O terceiro gol demorou apenas oito minutos para acontecer, de novo com Washington. Conca carregou a bola em jogada individual desde o meio até a área e tocou para trás; a bola passou por Fernando Bob e encontrou o camisa 9 do Fluminense, que bateu com firmeza para marcar pela segunda vez no jogo.

Os 3 a 0 no placar quase aumentaram aos 32min, quando Mariano recebeu belo passe de Leandro Euzébio e saiu na cara de Michel Alves, mas finalizou mal, por cima do travessão. O Ceará só foi ameaçar aos 38min, em chute de longe de Kempes que exigiu boa defesa de Fernando Henrique.

Mário Sérgio tentou melhorar o Ceará com a entrada do ala direito Oziel no intervalo, deslocando Camilo para sua posição original de meia ofensivo. Porém, o time nordestino continuou errando passes em excesso, pouco incomodando a defesa carioca. Aos 6min, Júlio César pegou sobra de jogada na área e chutou de primeira, mas a bola subiu demais.

Superior, o Fluminense pecava pelo preciosismo na hora de definir. Aos 18min, Conca recebeu bola de frente para o gol, mas tentou driblar Michel Alves e acabou travado; na sequência, a tentativa de cruzamento do argentino foi bem bloqueada pelo goleiro.

Os visitantes responderam no lance seguinte, em cabeçada perigosa de Kempes que quicou no chão e passou por cima da meta de Fernando Henrique. Aos 26min, novo susto para o camisa 1, que fez ótima defesa após desvio de Magno Alves.

Quando a equipe tricolor já começava a diminuir o ritmo, Muricy colocou Marquinho e Carlinhos nos lugares de Fernando Bob e Júlio César. Aos 27min, a dupla quase ampliou o placar: Marquinho deu ótimo passe para a entrada de Carlinhos na área, mas o chute do lateral passou à frente do gol. Na sequência do lance, Conca tentou encobrir Michel Alves e mandou para fora.

O Ceará partiu para o ataque nos minutos finais e chegou a pressionar o Fluminense, que se acomodou na partida. Aos 36min, Kempes fez jogada pelo meio e chutou forte para outra boa defesa de Fernando Henrique. Três minutos depois, Washington desviou contra o próprio gol após cobrança de escanteio e Marquinho salvou em cima da linha.

O ímpeto do time alvinegro foi recompensado aos 44min, quando Geraldo escapou pela direita e tocou por baixo do goleiro tricolor para fazer o gol de honra. Porém, já era tarde demais para uma reação.



FICHA TÉCNICA

Fluminense 3 x 1 Ceará

Gols

Fluminense: Mariano, aos 6min, e Washington, aos 22min e aos 30min do 1º tempo

Ceará: Geraldo, aos 44min do 2º tempo

Ponto Forte do Fluminense

Explorou bem as jogadas pelas pontas e teve Deco e Conca se movimentando com liberdade no meio de campo

Ponto Forte do Ceará

Foi para cima nos minutos finais e criou boas chances, pressionando o time da casa

Ponto Fraco do Fluminense

Diminuiu demais o ritmo no segundo tempo e permitiu o crescimento do Ceará

Ponto Fraco do Ceará

Errou passes demais e não conseguiu articular jogadas de perigo no primeiro tempo

Personagem do jogo

Washington, que marcou duas vezes e chegou a oito gols no Brasileiro

Esquema Tático do Fluminense

3-6-1

Fernando Henrique; Gum, André Luís e Leandro Euzébio; Mariano, Valencia (Belletti), Fernando Bob (Marquinho), Deco, Conca e Júlio César (Carlinhos); Washington. Técnico: Muricy Ramalho

Esquema Tático do Ceará

3-5-2

Michel Alves; Diego Sacomam, Fabrício e Anderson; Camilo, João Marcos, Michel (Oziel), Heleno (Geraldo) e Ernandes; Kempes e Magno Alves. Técnico: Mário Sérgio

Cartões amarelos

Fluminense: Fernando Bob

Ceará: Michel, Heleno e Anderson

Árbitro

Francisco Carlos Nascimento (AL)

Local

Estádio do Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)

Público

4.632 pagantes

Renda

R$ 85.400,00

Fonte: Terra, www.terra.com.br