Fluminense vence o Palmeiras e assume vice-liderança: 1 a 0

Fluminense vence o Palmeiras e assume vice-liderança: 1 a 0

Na próxima quarta-feira, o clube carioca visitará o Cruzeiro com o intuito de manter o embalo e perseguir o Atlético-MG

Com um gol aos 39min do segundo tempo, o Fluminense derrotou neste domingo o Palmeiras por 1 a 0 no Estádio Engenhão. Com o resultado, o time carioca foi a 35 pontos, ultrapassou o Vasco e assumiu a vice-liderança da Série A do Campeonato Brasileiro. Já o Palmeiras, que ficou com 13, continuou na zona do rebaixamento.

Na próxima quarta-feira, o clube carioca visitará o Cruzeiro com o intuito de manter o embalo e perseguir o Atlético-MG. E, no mesmo dia, o Palmeiras, objetivando sair da crise, receberá o Flamengo.

O jogo

Após vencer o Botafogo na quarta-feira, o Palmeiras voltou ao campo do Engenhão mais familiarizado. Aos 4min, Henrique cruzou pela direita em direção ao atacante Barcos. O argentino escorou de cabeça, tentando encobrir o goleiro Diego Cavalieri, mas viu o arqueiro tirar para a linha de fundo.

Na sequência, não demorou para o Fluminense equilibrar o duelo. Mas foi Diego Cavalieri quem apareceu novamente. Na marca dos 25min, Fernandinho, improvisado no meio-campo e agradando à comissão técnica, invadiu a área pela esquerda e bateu cruzado. O goleiro espalmou para escanteio e salvou a equipe tricolor de novo.

Depois dos sustos, a equipe carioca voltou a comandar as ações. As jogadas, no entanto, foram canalizadas todas ao atacante Fred, que, bem marcado, não conseguiu furar a defesa alviverde. Já os paulistas, jogando de forma inteligente, ameaçaram mais uma vez antes do intervalo. Aos 41min, Obina tocou de calcanhar para Artur na entrada da área. O lateral bateu rasteiro e viu a bola resvalar em Cavalieri, bater na trave e sair.

O papo com o técnico Abel Braga acendeu os atletas tricolores para a etapa complementar. Mas o Fluminense, sem o meia Deco, continuou sem armar lances de perigo. Ao contrário da equipe visitante. Aos 13min, Obina faz bela jogada pela esquerda, invadiu a área e foi desarmado. A bola, porém, sobrou para Barcos, que chutou forte e colocou Cavalieri para trabalhar novamente.

A resposta dos anfitriões foi dada aos 18min. Jean arrancou pela direita e cruzou. Thiago Heleno tentou cortar e jogou contra o próprio patrimônio. Bruno se esticou todo e evitou. Mas os atuais campeões da Copa do Brasil voltaram a assustar.

Aos 24min, Mazinho carregou e, da linha de fundo, cruzou. Fernandinho dominou, de frente para o gol, mas chutou em cima de Diguinho. No lance seguinte, Assunção cobrou escanteio com efeito e acertou a trave.

O Fluminense, mesmo sem fazer uma boa partida, saiu com a vitória. Aos 39min, o ex-são-paulino Jean recebeu na entrada da área, limpou os marcadores e bateu no canto esquerdo de Bruno.

Fonte: Terra