Ganso diz que falta liberdade para ele e Neymar na Seleção

Ganso diz que falta liberdade para ele e Neymar na Seleção

Ganso deseja que a dupla possa atuar na Seleção da mesma maneira que joga no Santos.

Destaques do time do Santos, Neymar e Paulo Henrique Ganso ainda não conseguiram repetir na Seleção Brasileira o bom desempenho que têm no Peixe. Tido como uma das principais esperanças nacionais para a Copa de 2014, o camisa 10 alvinegro acredita que a falta de liberdade é um dos fatores que atrapalham não somente a ele, mas também Neymar, na equipe de Mano Menezes.

- Acho que falta um pouco mais de liberdade dentro da Seleção para o Neymar e para mim mesmo, até para funcionar o entrosamento com o pessoal lá de fora. Isso dificulta bastante. Falta mais esta liberdade para poder evoluir o futebol - disse o meia no "Bem, Amigos" desta segunda-feira.

Ganso deseja que a dupla possa atuar na Seleção da mesma maneira que joga no Santos.

- Esta liberdade é tanto dentro de campo como fora. Tem que deixar mais à vontade, deixar jogar da forma com que nós jogamos no Santos - acrescentou o jogador depois do programa.

De acordo o camisa 10, que não esteve em boa parte dos jogos da Seleção por conta das lesões que sofreu no último ano e meio, a sua única grande exibição pela equipe junto com Neymar foi justamente no primeiro desafio da "era Mano Menezes", contra os Estados Unidos, em 10 de agosto de 2010.

- Fizemos um jogo só de muita qualidade, que foi o primeiro, contra os Estados Unidos - ressaltou o meia.

Na ocasião, o Brasil venceu os Estados Unidos por 2 a 0, numa partida com amplo domínio do time de Mano.

Ganso está na pré-lista elaborada pelo treinador para a disputa dos Jogos Olímpicos, que começam em julho deste ano.

Segundo o jogador, uma das apostas do Brasil em Londres será utilizar o talento de seus jogadores para conseguir surpreender seleções que estão mais bem armadas, como a Espanha.

- O futebol brasileiro é pentacampeão do mundo, é o futebol do improviso, da genialidade, do drible curto. Então isso faz a diferença dentro de campo.

Fonte: Globo