Ganso nega medo da pressão do Grêmio

Meia diz que Santos pode jogar de "igual para igual" contra rival, mesmo com estádio lotado

Sem poder contar com Neymar, suspenso, Paulo Henrique Ganso será a principal aposta do Santos contra o Grêmio, na noite desta quarta-feira (12), no Estádio Olímpico, na abertura das semifinais da Copa do Brasil. Recuperado de dores no joelho esquerdo, o meia será o grande responsável por ditar o ritmo do time, principalmente para acalmar o ritmo do jogo, uma vez que o Peixe espera pressão do Tricolor.

Mas, para Ganso, o Santos saberá aguentar a pressão do adversário. O Grêmio promete lotar o estádio e ir ao ataque para conseguir uma boa vantagem.

- Apesar de a nossa equipe ser muito jovem, nós já encaramos, recentemente, o Mineirão completamente lotado, apoiando a todo o momento o time do Atlético-MG e conseguimos jogar. Fomos derrotados, porém, marcamos dois gols que foram fundamentais para a nossa classificação na Vila. Por isso, acredito que não vamos sentir pressão nenhuma. Temos uma excelente equipe e temos totais condições de jogar de igual para igual com o Grêmio lá.

Confiante em um bom resultado alvinegro em Porto Alegre, Ganso fez questão de ressaltar o potencial do Tricolor Gaúcho, um dos melhores times do Brasil na temporada.

- O Grêmio marca muito forte e sai para o jogo com muita rapidez. Além disso, o Douglas tem muita qualidade na armação das jogadas e o Jonas tem mostrado que está numa boa fase, pois tem feito muitos gols. Sendo assim, temos que ficar atentos para não darmos espaço a eles. Esperamos ter uma boa atuação e, quem sabe, arrancamos uma vitória lá no sul.

Fonte: R7, www.r7.com