Garotada do Flu vence o Coritiba

Com um gol do jovem Tartá, o Fluminense derrotou o Coritiba por 1 a 0

Com um gol do jovem Tartá, o Fluminense derrotou o Coritiba por 1 a 0 em amistoso realizado na tarde deste sábado, no estádio Couto Pereira, na capital paranaense. A partida foi válida pelas comemorações do centenário do Coxa, e a diretoria do clube preparou uma grande festa para a torcida.

Antes de a partida começar, o elenco do Coritiba foi apresentado e os jogadores entraram um a um no gramado com o nome sendo chamado pelo sistema de som. Depois disso, o atacante Keirrison, grande ídolo da torcida e que foi negociado com o Palmeiras nesta temporada, deu o pontapé inicial do amistoso. Coincidência, ou não, durante a apresentação do elenco do Coxa para 2009, ninguém estava com a camisa 9, número usado por Keirrison.

Quando a bola rolou, o que se viu dentro de campo foi muita vontade por parte das duas equipes, mas a falta de entrosamento era flagrante. Pelo Fluminense, os destaques do primeiro tempo foram o zagueiro Edcarlos, que mostrou muita segurança ai substituir Thiago Silva, o volante Jailton, que foi incansável no meio-de-campo desarmando os adversários e tocando a bola com qualidade na saída para o ataque, e o atacante Leandro Amaral, que se movimentou bem e arriscou bons chutes de longa distância.

No Coxa, destaques para Carlinhos Paraíba, Rodrigo Mancha e Pedro Ken, este último voltando a disputar uma partida depois de nove meses por causa de uma lesão no joelho direito.

A melhor chance do primeiro tempo foi do Fluminense. Aos 36 minutos, Roger fez boa tabela com Leandro Domingues. O atacante ajeitou para o meia, que escolheu o canto e chutou rasteiro, mas a bola passou perto da trave esquerda do goleiro Vanderlei.

Como já estava programado, o Fluminense voltou com oito alterações para o segundo tempo. Apenas o goleiro Fernando Henrique, o zagueiro Edcarlos e o lateral esquerdo Leandro permaneceram em campo.

O segundo tempo foi praticamente todo do Fluminense. As substituições deixaram o time de René Simões mais leve e a garotada deu trabalho para o setor defensivo do Coritiba. Os atacante Alan e Tartá, além do meia Marquinho, trocavam passes rápidos e envolventes. Até que aos 37 minutos não teve jeito.

Alan recebeu a bola no meio-de-campo e tocou no meio da defesa para encontrar Tartá. Ele teve a calma para ajeitar o corpo e chutar no canto esquerdo do goleiro Édson Bastos. Depois do gol, os poucos, mas barulhentos, torcedores tricolores cantaram ?parabéns pra você? fazendo alusão ao centenário do adversário.

Fonte: GloboEspote, www.globoesporte.com