Gesto obsceno de Juninho e entrada desleal devem levá-lo ao tribunal

Procuradoria do STJD analisa as imagens do clássico e deve denunciar o meia cruz-maltino em dois artigos, com pena de até 12 jogos de suspensão

As atitudes de Juninho Pernambucano no clássico contra o Flamengo não foram bem vistas pela Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Nesta segunda-feira, um dia após o empate por 1 a 1 entre os times em Brasília, o procurador Paulo Schmitt revelou que o meia deverá ser julgado em dois artigos, respondendo pelo gesto obsceno feito para as arquibancadas e pela entrada violenta em Paulinho (Veja o vídeo ao lado). Se pegar pena máxima em ambas, desfalcará o time por 12 partidas.

Durante a cobrança de um escanteio no jogo, Juninho foi fotografado por um torcedor na arquibancada do estádio Mane Garrincha fazendo o gesto, parecido ao feito por uma torcida organizada do Vasco, por trás do seu corpo.

No ano passado, Juninho já foi julgado nesse artigo e suspenso por dois jogos por ter feito gestos obscenos para a torcida do Sport, em confronto disputado em São Januário. O artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBDJ) diz: "assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva.

Além disso, o jogador também deve ser levado ao tribunal por conta da entrada violenta no meia Paulinho, do Flamengo. O lance rendeu apenas cartão amarelo ao jogador no clássico, algo que recebeu a desaprovação do procurador do STJD, que também deve levar o árbitro Ricardo Marques Ribeiro a julgamento. Juninho deve ser enquadrado no artigo 254 - jogada violenta -, com pena de uma a seis partidas.

.

- Já solicitei essa imagem também. Foi bem violento por sinal, não tinha bola em disputa. O árbitro me pareceu omisso. Tanto ele quanto o atleta devem ser eventualmente responsabilizados ? disse Paulo Schimtt.

Juninho Pernambucano já está suspenso por um jogo devido ao cartão amarelo que recebeu na partida, o seu terceiro na série. Desta forma, desfalcará o Vasco no clássico desta quarta-feira contra o Fluminense, às 21h50, no estádio da Ressacada, em Florianópolis.


Gesto obsceno e entrada desleal devem levar Juninho ao tribunal

Fonte: G1