Goleiro Naylson sente a coxa e é poupado de treinamento do River

A semana de treinos começou com uma preocupação no River

A semana de treinos começou com uma preocupação no River Atlético Clube. O goleiro Naylson sentiu um incômodo no músculo posterior da coxa esquerda e acabou poupado da atividade da tarde de ontem no CT Afrânio Nunes, na zona sul de Teresina. O paredão tricolor será avaliado nesta terça-feira.

O próprio Naylson falou sobre o clima no Galo para estes dias que antecedem o primeiro jogo das oitavas de final do Brasileirão Série D, contra o Estanciano, fora de casa. “A expectativa é boa. Vamos treinar forte durante essa semana para que possamos colher bons frutos fora de casa. Vai vencer quem estiver mais focado, e as coisas vão acontecer nos detalhes”, disse o arqueiro.

O River já não vai poder contar com o meia Esquerdinha (expulso no jogo contra o Palmas) e o lesionado zagueiro e capitão, Paulo Paraíba. O treinador Flávio Araújo falou sobre os desfalques. “Quanto ao Paulo, lamentamos, mas infelizmente faz parte do futebol. Ele refletiu sobre a condição dele e avaliou que é melhor parar agora do que agravar essa contusão, precisar fazer uma cirurgia e passar um ano parado. Sobre o Esquerdinha, temos jogadores com uma condição muito boa no meio-campo, e esperamos contar com ele para o jogo de volta”.

O River tem alguns atletas pendurados para o jogo do próximo domingo. O já citado Naylson, o volante Rogério e o meia Carlinhos estão com dois amarelos, e o treinador riverino revelou que a questão não representa necessariamente uma dor de cabeça. “Com relação a tomar cartão ou não, faz parte do jogo. Na partida passada, entramos com com cinco pendurados, e o Esquerdinha tomou cartão. Agora, os jogadores vão ter a mesma liberdade para agir, jogar e marcar. Se tiver que tomar, vai tomar. O importante é viver jogo a jogo. O time deles também tem problemas com jogadores pendurados. O Daniel, que é titular na lateral-direita, foi expulso contra o Treze e não poderá nos en-frentar”.


O jogo contra o Estanciano acontece às 16h do próximo domingo, no estádio Francão, em Estância, a 70 km de Aracaju. Flávio elogiou a equipe sergipana, mas demonstrou que confia em um resultado positivo logo no primeiro confronto. “O Estanciano é um adversário de qualidade. A maioria dos seus jogadores disputa campeonatos como o pernambucano, o alagoano, o baiano, o sergipano, ou seja, atletas com experiência e qualidade. Mas temos condições de vencê-los, e vamos fazer de tudo para que o nosso torcedor fique com o sorriso da vitória estampado no rosto.

Fonte: Dowglas Lima