Gomes nega que São Paulo seja favorito para clássico com Palmeiras

Gomes nega que São Paulo seja favorito para clássico com Palmeiras

São-paulino diz que palmeirenses não levaram a crise para dentro de campo

O técnico Ricardo Gomes, do São Paulo, negou que sua equipe seja favorita para o clássico com o Palmeiras, nesta quarta-feira de noite, no Morumbi, pela quarta rodada do Brasileirão. Para o comandante tricolor, a crise no clube rival não está interferindo dentro de campo.

- Se os resultados do Palmeiras são satisfatórios até agora não tem como tirar proveito, porque não está influenciando o próprio time. Clássico é diferente. O Palmeiras tem sete pontos e mesmo assim em clássico se esquece pontuação, crise ou quem está na Libertadores porque a rivalidade supera tudo isso.

Apesar de negar o favoritismo, o momento do São Paulo é melhor que o do Palmeiras. O time cresceu depois da chegada do atacante Fernandão e conseguiu vitórias importantes, sendo duas contra o Cruzeiro pela Libertadores, que agora só volta a ter jogos após a Copa do Mundo, e contra o Internacional-RS, dentro do Beira Rio, no último final de semana pelo Brasileirão.

Já o Palmeiras, que demitiu o técnico Antônio Carlos e o atacante Robert, por causa de discussão após um melancólico empate com o Vasco, no Rio de Janeiro, venceu o Grêmio por 4 a 2 sábado, no Palestra Itália, sob o comando do interino Jorge Parraga.

- Analiso o time que venceu o Grêmio, porque houve mudança de comando. O Palmeiras tem bons jogadores e normalmente é bem organizado.

Para este clássico, Ricardo Gomes não contará com o zagueiro Miranda e o volante Rodrigo Souto, com problemas na panturrilha. Xandão e Jean serão os respectivos substitutos.

- Confio bem no Xandão e no Jean. São jogadores importantes. O Xandão tem bom posicionamento e arruma a defesa, enquanto que o Jean também é grande jogador.

Fonte: Globo Esporte