Grêmio empata com Santos e segue fora do G-4

Jonas é expulso, Grêmio empata com Santos

O Grêmio teve uma grande oportunidade para entrar no G-4 do Campeonato Brasileiro. Contudo, desperdiçou. Atuando na Vila Belmiro e enfrentando um Santos sem Neymar, o time do técnico Renato Gaúcho apenas empatou por 0 a 0 com os paulistas e segue fora do grupo de classificação à Libertadores. O confronto ficou marcado pela expulsão do atacante Jonas, artilheiro da Série A.

p>O Grêmio também tentou criar oportunidades para vencer e colar no G-4, mas sentiu a expulsão de Jonas aos 18 minutos do primeiro tempo e parou no goleiro Rafael, nas poucas chances criadas.

Com o resultado deste sábado, o Tricolor gaúcho chegou aos 54 pontos no Campeonato Brasileiro, na quinta colocação, e ainda pode perder o posto no complemento da rodada. Já o Peixe aparece na sétima posição, com 52.

O Grêmio volta a campo no sábado, quando duelará com o Atlético-PR, no estádio Olímpico. Já o Santos tem compromisso no dia seguinte, contra o Goiás, no Serra Dourada.

O jogo: O Santos começou mais disposto a buscar o ataque, enquanto o Grêmio se fechou, de olho na oportunidade de encaixar o contragolpe. Mas a tática de ambos se mostrou ineficiente. Sem Neymar, suspenso, o Peixe encontrou dificuldades em ameaçar, com Keirrison apagado. Já Zé Eduardo iniciou pouco inspirado, até furando a primeira oportunidade do Alvinegro, na entrada da área.

Em outro avanço do Peixe, Pará recebeu atrás da zaga e emendou de primeira, completamente sem direção. Aos poucos, o time gaúcho tentou responder em jogadas com Douglas e Jonas, pois André Lima estava isolado.

Porém, aos 18 minutos, o Grêmio sofreu uma importante baixa. O árbitro Ricardo Marques Ribeiro expulsou Jonas de campo, depois de o atacante ter acertado o braço no rosto de Adriano em uma disputa pela bola. Os gremistas reclamaram bastante, mas tiveram de seguir com um a menos.

Mesmo assim, o Santos seguiu sem grandes oportunidades. Zé Eduardo até arriscou batida pela esquerda, na rede pelo lado de fora. Do outro lado, Fábio Rochemback cobrou falta de longe com muita força, mas Rafael defendeu sem problemas.

Só no fim da primeira etapa o Peixe conseguiu realmente ameaçar. Em falta da meia-direita, Marquinhos alçou a bola na área e viu Durval cabecear muito perto da trave.

No intervalo, Marcelo Martelotte decidiu abrir mais a equipe, colocando Alan Patrick na vaga de Roberto Brum. Porém, o Peixe seguiu sem conseguir ameaçar e ainda levou um susto. Fábio Santos cruzou da esquerda e André Lima cabeceou livre, exigindo defesa de Rafael.

O time da casa, então, teve uma grande oportunidade aos 23 minutos, quando Zé Eduardo ganhou a bola de Rafael Marques, invadiu a área e sofreu o pênalti, assinalado pelo árbitro. O próprio Zé Eduardo bateu, no canto direito de Victor, que acertou o lado e fez ótima defesa.

Do outro lado, Fábio Rochemback levou perigo com batida forte de falta, que obrigou o goleiro Rafael a fazer ótima defesa. As equipes não conseguiram criar mais jogadas de perigo e ficaram no empate sem gols.

Fonte: Terra, www.terra.com.br