Guerra começou: Anderson encara Sonnen e tem que ser seguro após coletiva do UFC 148

Guerra começou: Anderson encara Sonnen e tem que ser seguro após coletiva do UFC 148

Chael Sonnen e Anderson Silva responderam as perguntas da imprensa e dos fãs em Las Vegas

A guerra começou. Bem fieis aos seus estilos, Chael Sonnen e Anderson Silva responderam as perguntas da imprensa e dos fãs em Las Vegas, na coletiva oficial da luta principal do UFC 148. Provocativo, Sonnen não recuou das declarações que deu sobre o brasileiro, que também o provocou. No fim, Anderson Silva teve de ser contido por Dana White e mais dois membros do UFC durante a encarada tradicional para as fotos. Sonnen, por sua vez, fingiu ignorar o brasileiro e acenou para o público, após ser confrontado pelo brasileiro, que o provocou e encarou demoradamente, simulando até tentar lhe dar um beijo.

- Eu não tenho nada do que me desculpar. Se vocês não se propuserem a ir longe demais, vocês nunca irão longe demais na vida. Eu não promovo lutas, eu luto. Se você sabe que seu funeral está chegando, joga palavras no ar de qualquer maneira, como ele fez. Não me refiro ao seu funeral literalmente, mas o da sua carreira. Ela vai acabar. Fico feliz que ele tenha feito isso. Eu sou como Jon Jones, falo como Sean Combs e tenho um "osso" tão grande e forte quanto o de John Holmes - disse Sonnen, em um trocadilho infame sobre os "dotes" do famoso astro pornô da década de 70.

Anderson Silva não foi tão incisivo quanto Sonnen, mas fez questão de dizer que a luta será rápida.

- Acabou a brincadeira, vocês não estão entendendo o que vai acontecer. O Chael, em outras palavras, está ferrado. Eu vou bater nele, ele vai tentar me agarrar, eu vou bater nele de novo, e ele vai desistir. Eu acho que a luta vai acabar no primeiro round. Não tem jogo nenhum. Acabou a brincadeira. Pode continuar falando bobagem, mas sábado as coisas vão mudar. Muita coisa vai mudar.

Irônico, Sonnen também brincou com o fato de ter desistido de se retirar do UFC caso perdesse para Anderson Silva na revanche.

- É assim que ofertas funcionam. Aquela oferta de eu deixar o UFC se eu perdesse não vale mais, porque não foi aceita na época. Mas Chael Sonnen não vai a lugar nenhum.

Sendo traduzido por seu emprsário, o americano Ed Soares, Anderson Silva confirmou achar que Sonnen não merece estar no UFC, e analisou o estilo do seu adversário.

- Eu acho que ele não merece lutar aqui, mas eu sou um funcionário do UFC, e estou aqui para lutar. Se eu tiver que espancar ele dez vezes, vou fazer isso. Não tem problema. Nós fazemos parte de um grupo seleto de atletas que representam uma grande companhia, que é o UFC. Milhares de pessoas assistem ao UFC. Chael foi infeliz nos comentários dele sobre a minha esposa e sobre o meu país. E isso repercute muito mal para o UFC. E a gente não pode esquecer que ele caiu no doping, desrespeitou uma nação, é um cara indisciplinado, desrespeitou os outros atletas daqui. O que ele disse sobre a minha esposa, aqui nos EUA, é crime. Ele é um criminoso, e não deveria estar aqui. Mas tudo bem.

nquanto uma nova pergunta era feita a Anderson Silva, Sonnen pediu que o brasileiro não respondesse, e ironizou o conhecimento da língua portuguesa de Ed Soares.

- Porque você faz pergunta em inglês? Ele não entende essa língua. Ele precisa da tradução de Ed Soares, que é pior que um aplicativo de US$ 9,99 para o iPhone. Não responda Anderson. Você tem que fingir que não entendeu, como finge que é o campeão mundial. Ed... (risos). Essa é a coisa mais estranha que eu já vi. Sua casa está mais perto de Las Vegas do que a minha, no Oregon. Ele vai lutar em casa aqui.

O americano também falou sobre lutar no Brasil, e sobre a pressão de protagonizar uma luta tão importante quanto a revanche contra Anderson Silva.

- Eu iria ao Brasil, é terra neutra. Esse cara mora em uma mansão em Beverly Hills. Ele anda com um cinturão falso - "uh, você foi muito longe com isso de cinturão falso". Eu não teria problema algum com a segurança. Se você ler o jornal pela manhã, verá que aqui também não é propriamente um paraíso. Ele lutou aqui na primeira vez, e eu lutaria lá para devolver o favor. Sem problemas. A verdade é que você tem que merecer a pressão que recebe. Eu sempre mereci o direito de me sentir pressionado, e no dia 7 de julho eu estarei lá, porque assinei um contrato e vou cumprir o que assinei.

Anderson aproveitou as perguntas feitas na coletiva para tentar diminuir a popularidade de Chael Sonnen junto aos cerca de 300 fãs presentes ao evento. Aos poucos, o brasileiro passou a ganhar mais aplausos que Sonnen, principalmente quando falava de suas intenções no combate, e da fama de "fora da lei" do seu adversário.

- Para ele me bater em pé, ele tem que ser mágico. É impossível ele me bater em pé. Na nossa primeira luta, ele ficou em uma posição em que, se fosse eu, teria finalizado a luta, mas ele foi finalizado. Ele não tem condição nenhuma de estar aqui. Ele lutou com um cara (Demian Maia) que foi espancado por cinco rounds em Abu-Dabi, e foi finalizado em segundos. Não entendo por que ele está aqui. Ah! E não podemos esquecer que o Chael falou de um cara que representou 70% da população americana, que é Lance Armstrong, dizendo que ele usou doping, quando na verdade fez reposição hormonal.

No fim, perguntado se reverenciaria Chael Sonnen após a luta, como fez no fim do seu primeiro combate contra o americano, Anderson Silva garantiu que sim.

- Claro, isso é um esporte. Eu sou um atleta marcial, e a disciplina marcial me ensinou a respeitar os meus adversários. Já cometi muitos erros e tenho que ser sempre melhor que no dia passado. E é isso que eu tento fazer o tempo todo - disse o brasileiro, minutos antes de ter de ser contido na tradicional encarada para as fotos oficiais da coletiva.

CARD PRINCIPAL

Anderson Silva x Chael Sonnen

Forrest Griffin x Tito Ortiz

Cung Le x Patrick Côté

Dong Hyun Kim x Demian Maia

Chad Mendes x Cody McKenzie

Ivan Menjivar x Mike Easton

CARD PRELIMINAR

Gleison Tibau x Khabib Nurmagomedov

Melvin Guillard x Fabrício "Morango" Camões

Costa Philippou x Riki Fukuda

John Alessio x Shane Roller

Rafaello Oliveira x Yoislandy Izquierdo

Fonte: Globo Esporte