Hamilton voa em treino, faz a pole e interrompe sequência de Sebastian Vettel

Hamilton voa em treino, faz a pole e interrompe sequência de Sebastian Vettel

Inglês da McLaren põe mais de dois décimos sobre o bicampeão antecipado

E aquilo que parecia impossível em 2011 aconteceu. O domínio da RBR e de Sebastian Vettel nos treinos classificatórios foi finalmente interrompido no GP da Coreia do Sul, no circuito de Yeongam, após 15 corridas na temporada. O responsável pela façanha: Lewis Hamilton, da McLaren, que foi perfeito durante toda a sessão e superou o bicampeão antecipado por mais de dois décimos neste sábado. Entretanto, optou por se manter resignado em vez de comemorar o feito após sair do carro. Jenson Button, companheiro do inglês, completou a lista dos três primeiros colocados. A equipe já tem motivos para festejar seu 700º GP na Fórmula 1, que será disputado neste domingo.

Vettel tem 12 poles no ano e vinha de uma sequência de cinco nas últimas corridas - as outras três da RBR foram de Mark Webber. Foi a primeira vez desde o dia 6 de novembro de 2010, no GP do Brasil, que a equipe perdeu uma pole position. Na ocasião, o jovem alemão Nico Hulkenberg, então na Williams, surpreendeu a todos e saiu na frente em Interlagos. O jejum de Hamilton era ainda maior: a última vez que o inglês da McLaren conseguiu a primeira posição do grid foi no dia 12 de junho de 2010, no Canadá, quando superou os carros da equipe austríaca com uma volta fantástica com o cronômetro zerado.

Melhor brasileiro no grid em Yeongam, Felipe Massa superou pela quarta vez em 16 corridas no ano o companheiro Fernando Alonso e vai largar em quinto neste domingo. O espanhol da Ferrari sai em sexto, última posição entre os pilotos das três principais equipes. O alemão Nico Rosberg, da Mercedes, ficou em sétimo.

Em sua quinta corrida pela Renault-Lotus, Bruno Senna foi eliminado no Q2 e vai largar apenas em 15º. O russo Vitaly Petrov, seu companheiro, foi o oitavo. Na Williams, Rubens Barrichello ficou fora ainda na primeira parte, com o 18º tempo do grid. Ele foi superado pelo venezuelano Pastor Maldonado, seu colega no time inglês, que avançou ao Q2 e sai na 16ª posição.

A má fase da Williams continua bastante complicada. Rubens Barrichello e Pastor Maldonado duelaram durante toda a primeira parte do treino (Q1) pela última vaga entre os classificados para a segunda parte (Q2). O brasileiro, entretanto, acabou levando a pior e vai largar apenas na 18ª posição, menos de um décimo atrás do dono da última vaga, o japonês Kamui Kobayashi, da Sauber. O venezuelano conseguiu uma excelente volta com o cronômetro zerado.

Na frente, a McLaren continuou a dominar as ações, como em todos os treinos livres. Com os pneus macios, Hamilton foi o melhor, quatro décimos à frente de Button. A RBR apostou em usar os supermacios de cara, mas parece não ter dado certo. Webber e Vettel não forçaram, avançaram ao Q2, mas ficaram em oitavo e nono, respectivamente, longe dos melhores tempos.

Bruno Senna vai mal e é eliminado no Q2

Com dificuldades de acerto na Renault-Lotus, o sábado não foi um bom dia para Bruno Senna. O brasileiro bateu de leve pela manhã e danificou sua asa dianteira. Além disso, não conseguiu andar próximo do companheiro Vitaly Petrov. Para piorar a situação, ele acabou eliminado no Q2 e vai largar apenas na 15ª posição neste domingo. Ele ficou mais de seis décimos atrás do russo.

Entre os primeiros, Hamilton continuou a dominar as ações, mas Vettel melhorou e foi o segundo colocado nesta parte do treino. Entretanto, o alemão ficou mais de meio segundo atrás do inglês da McLaren. Felipe Massa, da Ferrari, também avançou à superpole com o sexto tempo, menos de um décimo mais rápido que o espanhol Fernando Alonso, seu companheiro na equipe italiana.

Confira o grid de largada para o GP da Coreia do Sul, em Yeongam:

1 - Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes) - 1m35s820

2 - Sebastian Vettel (ALE/RBR-Renault) - 1m36s042

3 - Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) - 1m36s126

4 - Mark Webber (AUS/RBR-Renault) - 1m36s468

5 - Felipe Massa (BRA/Ferrari) - 1m36s831

6 - Fernando Alonso (ESP/Ferrari) - 1m36s980

7 - Nico Rosberg (ALE/Mercedes) - 1m37s754

8 - Vitaly Petrov (RUS/Renault-Lotus) - 1m38s124

9 - Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes) - sem tempo

10 - Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes) - sem tempo

Eliminados na segunda parte do treino:

11 - Jaime Alguersuari (ESP/STR-Ferrari) - 1m38s315

12 - Michael Schumacher (ALE/Mercedes) - 1m38s354

13 - Sebastien Buemi (SUI/STR-Ferrari) - 1m38s508

14 - Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari) - 1m38s775

15 - Bruno Senna (BRA/Renault-Lotus) - 1m38s791

16 - Pastor Maldonado (VEN/Williams-Cosworth) - 1m39s189

17 - Sergio Pérez (MEX/Sauber-Ferrari) - 1m39s443

Eliminados na primeira parte do treino:

18 - Rubens Barrichello (BRA/Williams-Cosworth) - 1m39s538

19 - Heikki Kovalainen (FIN/Lotus-Renault) - 1m40s522

20 - Jarno Trulli (ITA/Lotus-Renault) - 1m41s101

21 - Timo Glock (ALE/MVR-Cosworth) - 1m42s091

22 - Jerome D"Ambrosio (BEL/MVR-Cosworth) - 1m43s483

23 - Vitantonio Liuzzi (ITA/Hispania-Cosworth) - 1m43s758

24 - Daniel Ricciardo (AUS/Hispania-Cosworth) - sem tempo

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com