"Hoje quem presta amanhã é nada", desabafa goleiro Felipe

Felipe, que perdeu sua vaga com a chegada de Luxemburgo, acumula atraso de 8 meses.

O goleiro titular do Flamengo, Felipe, durante entrevista para o Globo Esporte.com, quebrou o silêncio de 4 meses e falou sobre sua atual situação com o time. Felipe, que perdeu sua vaga com a chegada de Luxemburgo, acumula atraso de 8 meses sem receber direito de imagens que se aproxima de R$ 1 milhao.


Segundo Felipe, foram apresentadas duas propostas de rescisão. “No primeiro momento, tive sentimento de raiva, impotência. A gota d’água da tristeza foi ver os e-mails das propostas. Eu pedir demissão? No início, você acha até engraçado. Você morre e não vê tudo, né?! Quando acha que já viu tudo, vem uma nova. O clube me passou duas propostas de rescisão. A outra era: se eu for para outro time, o débito que o clube tem comigo cai 50%. São propostas que não tem condição de aceitar”, acrescentou.

“Futebol é momento: hoje quem presta amanhã é um nada. Quem é um nada hoje amanhã é o cara. Se eles acham que hoje não presto...Confio em mim, tudo que ganhei não foi à toa”, destacou.

Fonte: Globo Esporte