Inter, Milan e Roma vencem e brigam por título

Inter, Milan e Roma vencem e brigam por título

A Inter se manteve na liderança com 66 pontos, um a mais que a Roma e três a mais que o arquirrival Milan

Apesar das vitórias de Milan e Roma, a Internazionale de Milão segue líder do Campeonato Italiano. Neste sábado, pela 32ª rodada, o time nerazzurri não contou com Maicon e Lucio, mas mesmo assim venceu o Bologna por 3 a 0, gols do brasileiro Thiago Mota, duas vezes, e do atacante-problema Mario Balotelli.

Com estes resultados, o time azul de Milão subiu para 66 pontos, seguido de perto pela Roma, que tem 65. O Milan vem logo em seguida, com 63 pontos, com boa vantagem para o quarto colocado, o Palermo, que tem 51 pontos. Isto faltando apenas seis rodadas para o fim da Lega Calcio.

Mesmo desfalcada de jogadores importantes (como Zanetti, Eto"o e com Sneijder no banco), a Inter se impôs em casa e foi superior ao Bologna. O primeiro gol do jogo foi marcado aos 29 minutos do primeiro tempo, pelo volante Thiago Motta, que arriscou chute de perna esquerda de fora da área. Sem muita força, a bola foi pingando e entrou no canto de Viviano.

Sem muitas opções para armar a equipe, o técnico Jose Mourinho reintegrou o atacante Mario Balotelli e o colocou como titular. E aos 7 minutos do segundo tempo, o treinador foi recompensado, quando Diego Milito tocou de "trivela" e o camisa 45 invadiu a área e chutou firme de perna direita para ampliar o marcador.

Aos 40 minutos do segundo tempo, Stankovic passou para Thiago Motta da entrada da área. O camisa 8 dominou, protegeu da marcação e colocou no canto de Viviano para sacramentar o resultado.

Enquanto isso, a Roma jogou fora de casa e ganhou do Bari, de Paulo Vítor Barreto, por 1 a 0. Os Gialorossi contaram com a dupla campeã mundial pela Itália, Francesco Totti e Luca Toni, como titulares. Já os brasileiros selecionáveis Doni e Julio Baptista ficaram no banco de reservas, enquanto Julio Sérgio, Juan e Taddei estavam nos onze iniciais.

Assim, o time treinado por Cláudio Ranieri saiu na frente aos 19 minutos do primeiro tempo: Totti passou para Toni que tocou rápido para Mirko Vucinic marcar seu décimo gol no Calcio e se tornar artilheiro da equipe (empatado com o capitão Totti).

O Milan contou com Dida, Thiago Silva e Ronaldinho Gaúcho e venceu o Cagliari (sem o atacante Nenê e com Jeda no banco) por 3 a 2, todos os gols marcados no primeiro tempo.

Com apenas 7 minutos do primeiro tempo, o meia holandês Seedorf passou para Marco Borriello fazer seu 11º gol no Campeonato Italiano. Só que dez minutos depois, Daniele Ragatzu entrou na área e tocou sem chances para o goleiro Dida. Aos 19 minutos do primeiro tempo, o holandês Klaas-Jan Huntelaar, de 26 anos, chutou de longe e fez um belo gol, recolocando os Rubro-negros na frente.

Porém, aos 32 minutos, o artilheiro do Cagliari Alessandro Matri bateu cruzado para fazer seu 13º gol e empatar novamente a partida. Ainda no primeiro tempo, aos 38 minutos, o lateral direito Ignazio Abate, do Milan, fez boa jogada e o zagueiro Davide Astori fez contra o próprio patrimônio para sacramentar o resultado.

Também neste sábado, a Sampdoria contou com gols de Antonio Cassano e Pazzini para vencer o Chievo por 2 a 1. Já o Atalanta jogou em casa e teve gol do brasileiro Adriano e do chileno Jaime Valdés para fazer 2 a 0 no Siena.

A Lazio, do zagueiro brasileiro André Dias, empatou com o Napoli por 1 a 1, gols de Floccari e Hamsik. Parma e Fiorentina também empataram pelo mesmo placar, gols de Bojinov e De Silvestri. O terceiro 1 a 1 do dia foi entre Genoa e Livorno, com Boakye e Tavano comemorando os tentos.

Fonte: IG