Italiano Giancarlo Fisichella é pole e Rubinho Barrichello larga em 4º no GP da Bélgica

Nick Heidfeld, da BMW Sauber, sai na terceira posição, uma à frente de Rubens Barrichello

Giancarlo Fisichella, da Force India, protagonizou a surpresa do ano ao marcar a pole position do GP da Bélgica, que será disputado neste domingo em Spa-Francorchamps. O italiano fez uma excelente volta na superpole e superou o compatriota Jarno Trulli, da Toyota, por apenas 87 milésimos no treino classificatório.

Nick Heidfeld, da BMW Sauber, sai na terceira posição, uma à frente de Rubens Barrichello, da Brawn GP, o quarto colocado. O brasileiro conseguiu uma vantagem significativa sobre seus rivais na briga pelo campeonato. Jenson Button, seu companheiro, que larga apenas em 14º. A dupla da RBR também não teve bons resultados: Sebastian Vettel é o oitavo e Mark Webber o nono.

O polonês Robert Kubica larga em quinto com a BMW Sauber, uma posição à frente de Kimi Raikkonen, da Ferrari. O carro do finlandês é o unico equipado com o Sistema de Recuperação de Energia Cinética (Kers) entre os dez primeiros. Mas a largada em Spa-Francorchamps é especial: como a reta é curta e antecede o hairpin da La Source, o aparato não é tão eficiente quanto em outras pistas da temporada.

Timo Glock, da Toyota, sai na setima posição da corrida. O alemão ficou cinco posições atrás de Jarno Trulli, seu companheiro de equipe. Nico Rosberg, da Williams, completou a lista dos dez primeiros colocados no treino classificatório na Bélgica.

Líder, Jenson Button larga apenas em 14º em Spa

Líder do campeonato, Jenson Button foi eliminado ainda na segunda parte do treino classificatório (Q2). O inglês da Brawn GP não conseguiu andar tão bem quanto Rubens Barrichello, seu companheiro de equipe, e vai largar apenas na 14ª posição. O brasileiro, Sebastian Vettel e Mark Webber, pilotos da RBR e rivais na briga pelo título, passaram à superpole (Q3) e podem reduzir a desvantagem no campeonato neste domingo.

Pole do GP da Europa, em Valência, Lewis Hamilton também ficou fora da superpole. O atual campeão do mundo não conseguiu repetir o bom desempenho da sexta-feira e sai na 12ª posição neste domingo. A McLaren, aliás, não teve os resultados esperados neste treino, já que Heikki Kovalainen, outro piloto do time, só conseguiu a 15ª posição no grid.

Fernando Alonso, da Renault, confirmou a má fase da equipe francesa. O espanhol, bicampeão do mundo em 2005 e 2006, só conseguiu a 13ª posição no treino classificatório e também ficou fora do Q3. Para tentar entrar na zona de pontuação na corrida deste domingo, ele terá de arriscar na estratégia.

Última posição, rodada e piadinhas para Luca Badoer

O mau desempenho de Luca Badoer continua a atrapalhar a Ferrari. Na segunda corrida como substituto de Felipe Massa, que se recupera do forte acidente no treino classificatório do GP da Hungria, o italiano larga novamente na última posição, com um desempenho pífio. Ele foi eliminado ainda na primeira parte da sessão (Q1), após uma rodada nos minutos finais na Les Combes.

Luca Badoer, aliás, é o principal alvo das piadas da imprensa internacional nestas corridas. O italiano foi apelidado pela transmissão da rede de TV inglesa BBC como "Luca How bad you are" (como você é ruim). Na sexta-feira, em seu site oficial, a Ferrari ironizou as notícias sobre os possíveis substitutos do piloto de teste. Só que a equipe italiana esperava um melhor desempenho dele neste sábado e, pelo menos, passar pelo Q1 - o que não aconteceu.

Romain Grosjean, em sua segunda corrida como substituto de Nelsinho Piquet na Renault, não conseguiu ir além do Q1 e sai apenas em penúltimo. O francês foi superado até por Jaime Alguersuari, da STR, que faz apenas a terceira prova na F-1 aos 19 anos. Antes destas provas, o espanhol nunca tinha feito um teste sério com um carro da categoria. Ele larga na 17ª posição neste domingo.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com