Joel diz que Loco Abreu deve ser reserva

Como o treinador tem dito aos quatro ventos que ninguém tem vaga cativa no time, Abreu precisará de paciência para recuperar o seu lugar.

A torcida alvinegra é louca pelo atacante Abreu. Destaque na conquista do Campeonato Carioca, um dos artilheiros do Botafogo na temporada e representante do time na Copa do Mundo, o uruguaio é idolatrado em General Severiano. Mas os 70 dias longe do time, por causa do Mundial, podem custar caro ao jogador, que dificilmente voltará como titular.

Desde a chegada de Maicosuel e Jobson, o ataque engrenou e hoje é o mais positivo do Campeonato Brasileiro, com 25 gols, ao lado do Avaí. Enquanto Abreu corre para recuperar a forma física, os reservas Edno e Caio vão bem quando entram no segundo tempo. Com o time em ascensão na competição, fica difícil imaginar qualquer mudança no setor ofensivo, por mais que Joel Santana admire o estilo do uruguaio.

"O Abreu é um jogador que dentro de campo se doa bastante. Não interessa para nós colocar um jogador dessa qualidade, desse carisma, para correr o risco de ter uma contusão. Estamos preparando o Abreu para ele fazer parte do grupo. E na hora em que a gente tiver oportunidade vamos botá-lo para jogar", garantiu o técnico.

Como o treinador tem dito aos quatro ventos que ninguém tem vaga cativa no time, Abreu precisará de paciência para recuperar o seu lugar.

"Hoje eu não tenho banco, tenho um grupo, e um grupo de jogadores inteligentes. Então, você vê que o Edno está fazendo gols, jogando bem para caramba e está na dele", ressaltou Joel, que promete fazer o melhor para o time. "Temos um bom grupo de jogadores e temos que fazer o que for melhor para o Botafogo. Então, vamos administrar, que vai dar certo".

Mesmo reconhecendo que Abreu é o tipo de jogador que não gosta de ficar fora nem de treino recreativo, o técnico acredita que o uruguaio vai lidar bem com a reserva nas próximas partidas.

"Vai administrar, porque ele é maduro o suficiente para saber o que está acontecendo. O Abreu é um jogador que nos ajuda bastante não só dentro de campo, mas também fora dele", ressalta o treinador.

"É um jogador de seleção, que está prestes a bater um recorde no país dele, tem muito carisma dentro do clube e do qual particularmente gosto muito".

Fonte: Terra