Jogador é ameaçado de morte após cobrar dívida de um clube

O valor seria de mais de 1 milhão de pesos argentinos.

A esposa de Matías Defederico foi ao Twitter denunciar que sua família estava sofrendo ameaças de morte de torcedores do Independiente. De acordo com a imprensa argentina, o problema começou quando o ex-jogador do Corinthians pediu a falência do clube por uma dívida da passagem do atleta pela equipe entre 2011 e 2012. O valor seria de mais de 1 milhão de pesos argentinos (cerca de R$ 258 mil). Atualmente, ele joga pelo Deportivo San Marcos de Arica, do Chile.

- Meu marido trabalha como todos e e tentou de mil modos cobrar algo do seu trabalho e com jeito, mas ninguém respondeu. Mas basta com essa doença de ameaçar de morte. Estão mal! Assim estamos. E com minhas filhas não porque sou capaz de matar por elas e assim basta - afirmou Cinthia  Fernandez.

Ela colocou que a polícia já foi acionada e os números das ameaçadas anotados:

- Já temos todos os números telefônicos e as ameaças em nosso telefones. Portanto, salvem´-se de dores de cabeça e por favor sejam conscientes de que falam de uma família e não temos nada a ver com as gestões dos contratantes. Isentem as pessoas inocentes de abusos. E poupem dores de cabeça na justiça por ameaças. Há limites e nós não temos nada a ver com os que falam com os que administram contratos.

Logo depois da postagem da mulher, Defederico usou o Instagram para se declarar à família. Eles são pais de três meninas.

- Sempre por e para vocês! Amo vocês com minha vida, obrigada, Cinthia, por me fazer uma pessoa melhor a cada dia. Obrigado filhas por me fazerem cada dia um pai melhor.

Fonte: Com informações do Globo Esporte