Jogadores não foram bem nas seleções de base

Jogadores não foram bem nas seleções de base

Dupla santista teve atuação apagada nos Mundiais Sub-17 e Sub-20 do ano passado

O título paulista adicionou mais um fato favorável à convocação dos santistas Neymar e Paulo Henrique Ganso para a Copa do Mundo da África do Sul. Com o crescente apelo a favor dos jogadores, o desempenho da dupla nas seleções de base pode ser o último argumento para aqueles que não os querem no Mundial.

Neymar disputou o Mundial Sub-17 da Nigéria em outubro do ano passado, enquanto Ganso foi para o Egito para a Copa do Mundo Sub-20 um mês antes, mas ambos decepcionaram e o Brasil ficou sem o título nas duas competições.

No Sub-17, Neymar chegou como grande nome da seleção brasileira. Entretanto, a equipe acabou eliminada na primeira fase em um grupo que tinha México, Suíça e Japão.

Na estreia, diante dos japoneses, a seleção brasileira conseguiu uma vitória por 3 a 2 com um gol aos 49min do segundo tempo. Neymar fez o segundo gol do Brasil, mas o desempenho de toda a equipe foi muito criticado. Na partida seguinte, contra os mexicanos, o Brasil perdeu por 1 a 0, com o santista substituído aos 30min do segundo tempo.

No confronto decisivo, contra a futura campeã Suíça, o Brasil perdeu novamente por 1 a 0 e foi eliminado. Neymar acabou substituído aos 24min do segundo tempo, depois de mais uma atuação decepcionante. Foi a primeira vez em 22 anos que a seleção sub-17 não passou da primeira fase do torneio, excluindo-se dessa estatística o Mundial de 1993, do qual o Brasil não participou.

No Mundial Sub-20, Ganso chegou como maior astro do Brasil após o vice-campeonato paulista do Santos em 2009. Mas, logo no primeiro jogo, o meia decepcionou e acabou substituído por Maicon, do Fluminense, aos 31min do segundo tempo, na goleada por 5 a 0 sobre Costa Rica.

No jogo seguinte, um empate sem gols contra a República Tcheca, novamente Paulo Henrique deixou o campo durante a etapa final, desta vez para a entrada do ex-gremista Douglas Costa. Na vitória por 3 a 1 contra a Austrália, Ganso marcou seu único gol no torneio, mas continuou devendo.

Nas oitavas, na vitória por 3 a 1 sobre o Uruguai, o santista teve uma atuação apagada e foi substituído aos 17min do segundo tempo pelo corintiano Boquita. Nas quartas, o Brasil venceu a Alemanha nos pênaltis, com o jogador novamente terminando a partida no banco.

Na semifinal, Ganso jogou a partida inteira contra Costa Rica, mas foi substituído por Douglas Costa na final, não participando da prorrogação e das cobranças de pênaltis que tiraram o título da seleção brasileira.

Falta uma semana para a convocação oficial da seleção brasileira para a Copa do Mundo de 2010.

Fonte: R7, www.r7.com