Jogadores trocam socos em treino do Timão

A briga começou porque Marcinho não gostou de uma entrada mais forte de Denis

Dois jogadores do Corinthians não partilham do clima de férias da maioria da equipe. No último treinamento de 2009, na manhã desta sexta-feira, o meia Marcinho e o lateral direito Denis trocaram agressões no gramado do Parque São Jorge.

A briga começou porque Marcinho não gostou de uma entrada mais forte de Denis, durante o rachão comandado pelo preparador físico Walmir Cruz. O meia respondeu com um carrinho violento. Seguiram-se socos e pontapés, apartados pelo paraguaio Balbuena e pelo volante Moradei. O técnico Mano Menezes não presenciou a confusão.

Marcinho e Denis não deveriam enfrentar o Atlético-MG, sábado, no Mineirão, mesmo antes do entrevero. O Corinthians terá uma equipe bastante desfigurada em sua despedida do Campeonato Brasileiro, o que não significou uma nova oportunidade para os jogadores.

Projetado pelo Noroeste, Marcinho chegou ao Corinthians após o título da Copa do Brasil. Foi bastante vaiado nas chances que recebeu como lateral esquerdo improvisado e acabou no banco de reservas. Marcou dois gols em 14 jogos disputados.

Já Denis apenas treinava no Corinthians, à espera de um convite para defender outro clube. O lateral direito recorreu à Justiça para deixar o Santos no ano passado, porém não agradou a Mano Menezes e foi dispensado. Como a sua negociação com o Avaí fracassou, retornou a São Paulo para se manter em forma.

Os dois jogadores precisarão rescindir seus contratos para sair do Corinthians. O vínculo de Marcinho vencerá no início de 2010. Denis, com compromisso até 31 de agosto de 2011, é empresariado por Carlos Leite - mesmo agente de Mano Menezes.

Fonte: Terra, www.terra.com.br