Joia do futebol feminino faz sucesso dentro e fora dos gramados

Atacante da Seleção Brasileira tem apenas 19 anos

Aos 19 anos, Marjorie Castro já foi comparada a Ana Hickmann por causa da leve semelhança com a apresentadora de TV. Mas a jovem atacante da seleção brasileira sub-20 trabalha duro mesmo  é para outro objetivo: chegar próximo ao que é Marta para o futebol feminino.

Atleta do Centro Olímpico, Marjorie é considerada uma das promessas do esporte. Há duas semanas, foi eleita a melhor jogadora da Copa Ouro, promovida pela Associação Paulista de Futebol, no qual seu time se sagrou campeão. A final foi contra o Santos, numa decisão resolvida nos pênaltis. Ela também foi a goleadora do torneio.

"Ainda é muito difícil a vida de uma menina que joga futebol. A estrutura é diferente e, financeiramente, estamos muito longe dos homens. Um jogador de 19 anos  vive uma realidade muito diferente da nossa", reconhece ela,  que, hoje, batalha para viver exclusivamente do futebol.  "Muitas meninas acabam tendo outra profissão, porque é difícil se sustentar. Mas acho que estamos passando por um processo de profissionalização".

Marjorie Castro (Crédito: Reprodução/Instagram)
Marjorie Castro (Crédito: Reprodução/Instagram)

Paulistana, Marjorie foi descoberta por um olheiro quando jogava bola na praia. De lá para cá, tem se dedicado ao esporte. E com êxito. Hoje, ela faz parte do grupo de atletas que integram a seleção permanente sub-20 da CBF. Os trabalhos ocorrem no centro de treinamento em Pinheiral, no Rio, onde o grupo se reúne, uma vez por mês, para realizar a preparação para campeonatos. Em novembro, a seleção disputará o mundial da categoria na Papua Nova Guiné.  

Se é o futebol dela que chamou atenção do técnico Doriva Bueno, é a beleza de Marjorie que tem feito a jovem bombar nas redes sociais. Ela tem 11 mil seguidores no Instagram. A título de comparação, é mais que o dobro que a Rafa Travalão, atleta do Corinthians e da seleção brasileira principal tem. 

"Naturalmente a gente acaba chamando mais atenção pela imagem que pelo futebol. Poucas pessoas me veem ou me viram jogar. Mas eu acho que dá para transformar isso em algo positivo", avalia ela, que não vê nenhum problema em explorar comercialmente o lado "musa". "Acho que se servir em benefício do esporte, ótimo. Gosto de tirar fotos, é normal na minha idade. Acho que essa é uma possibilidade, para ter patrocinadores individuais. Mas sempre a prioridade é o futebol."

A disciplina, diz, é sua aliada. E tem aprendido isso na concentração com a seleção. "A gente segue uma rotina muito regrada. Temos um objetivo aqui. 22h30, por exemplo, a gente até entrega os nossos celulares", conta.

Palmeirense, Marjorie diz se espelhar em um jovem talento do clube do coração, o meia-atacante Gabriel Jesus. E desconversa quando é perguntada se já recebeu cantadas de jogadores de futebol. "A gente tem contato zero com os jogadores. No máximo, é por rede social. Mas ficamos felizes se nos apoiam, sim".


Marjorie Castro (Crédito: Reprodução/Instagram)
Marjorie Castro (Crédito: Reprodução/Instagram)



Fonte: Com informações do Uol