Julgamento de jogadores expulsos em Fla x Vasco é adiado, e atletas podem jogar nesta quarta-feira

Com o adiamento, os jogadores podem entrar em campo normalmente até que aconteça um novo julgamento, ainda sem data marcada.

Expulsos no clássico da 11ª rodada, os flameguistas Anderson Pico e Paulinho e os vascaínos Guiñazu e Bernardo foram ao tribunal nesta terça-feira à tarde, mas o julgamento acabou sendo adiado porque a denúncia da Procuradoria do TJD-RJ (Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro) estava com fatos diferentes do relato da súmula da arbitragem.

Com isso, os quatro atletas estão liberados para atuar nesta quarta-feira, na 15ª e última rodada da primeira fase do Campeonato Carioca. Já classificado para as semifinais, o Flamengo vai encarar o Nova Iguaçu, às 22 em Macaé, e pode conquistar o título da Taça Guanabara. No mesmo horário, o Vasco vai receber o Volta Redonda, em São Januário, tentando confirmar a sua vaga.

Com o adiamento, os jogadores podem entrar em campo normalmente até que aconteça um novo julgamento, ainda sem data marcada. Agora, a denúncia volta ao presidente do tribunal para que seja apreciada novamente. No clássico vencido pelo Rubro-Negro por 2 a 1, no dia 22 de março, uma confusão no segundo tempo rendeu os quatro cartões vermelhos.

A situação mais tranquila é a de Paulinho, enquadrado no artigo 250 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que se refere a impedir uma chance clara de gol. Ele pode pegar de um a três jogos de suspensão. Já os outros três envolvidos precisam torcer muito pela absolvição, pois estão enquadrados no artigo 257, que fala de agressões físicas, uma vez que eles se envolveram em um tumulto generalizado. Se forem punidos, a pena varia de seis a dez jogos de suspensão.

Fonte: msn