Vasco bate o Botafogo e dorme na liderança

Vasco bate o Botafogo e dorme na liderança

Em sua segunda partida, o holandês Clarence Seedorf teve boa atuação.

No duelo dos maestros, aquele que suportou até o fim saiu vencedor. Em jogada de raça, Juninho Pernambucano deu assistência para Alecsandro marcar o único gol do clássico contra o Botafogo, aos 41 minutos do segundo tempo, e fez o Vasco dormir na quarta-feira na liderança do Campeonato Brasileiro. São 29 pontos contra 28 do Atlético-MG, que entra em campo nesta quinta para enfrentar o Santos no Independência.

Em sua segunda partida, o holandês Clarence Seedorf teve boa atuação, correu e participou mais do jogo do que na estreia, mas não foi capaz de se destacar e foi substituído aos 30 minutos do segundo tempo. O Botafogo estaciona por ora na oitava posição, com 17 pontos, e acumula quatro rodadas sem vencer na competição - e a segunda derrota seguida.

Após a partida, os torcedores vascaínos saudaram Juninho com a música que faz referência a ele e com os gritos de "é o nosso rei". O meia ficou em campo, voltado para a arquibancada do Engenhão, de braços abertos.

- Não tem preço. A gente não imagina que só vai atingir isso no finalzinho da carreira. Acho que é isso aí é que me motiva, lógico, para continuar jogando, continuar lutando - afirmou Juninho, que deu o passe para Alecsandro, artilheiro do campeonato, marcar seu oitavo gol.

Antônio Carlos, que no lance do gol abriu os braços depois que Juninho prendeu a bola com os dois pés, reconheceu sua falha.

- A culpa foi minha, eu saí jogando errado no primeiro lance - disse o zagueiro, que no campo de defesa deu um passe nos pés de Felipe.

O clássico teve público de 17.778 pagantes (21.812 presentes), com renda de R$ 489.125. No próximo sábado, pela 13ª rodada, o Vasco visita o Inter no Beira-Rio, às 18h30m, e o Botafogo recebe o Figueirense, às 21h.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com