Juninho se proncuncia após o fim de sua carreira: "Foi bom enquanto durou"

Meia publica texto em rede social agradecendo por carinho dos fãs após anúncio

Com fim da carreira como jogador confirmado na última quarta-feira pelo presidente do Vasco, Roberto Dinamite, Juninho Pernambucano se manifestou pela primeira vez na madrugada desta sexta. O ex-meia do Vasco utilizou sua conta no Facebook para falar sobre todas as homenagens que recebeu após o anúncio e agradeceu o carinho dos fãs.

- E uma verdade é que não jogarei mais profissionalmente, mas graças a Deus foi muito bom enquanto durou, ainda mais tendo a chance de sentir essa energia enquanto eu tentava me superar. Sou tão grato ao futebol e às pessoas que me ajudaram, que essas homenagens são transferidas automaticamente a elas, pois a gratidão está se distanciando dos homens, mas não de mim. Obrigado a todos que participaram da primeira parte da minha vida profissional, sendo próximos ou não. Tenham todos vocês a certeza do meu sincero e eterno respeito - diz parte do texto publicado pelo Reizinho.

A decisão foi tomada pelo ex-jogador nos últimos dias, e o anúncio foi feito por Dinamite minutos após a vitória sobre o Audax por 4 a 0, na noite de quarta. Na última quinta, o Reizinho completou 39 anos e recebeu ainda mais homenagens. Depois de se recuperar de uma grave lesão na coxa direita sofrida em novembro de 2013, no jogo contra o Santos pelo Campeonato Brasileiro, Juninho vinha seguindo uma programação especial preparada pelo departamento médico do Vasco para disputar o Carioca. Durante a pré-temporada em Pinheiral, no início de janeiro, ele já havia manifestado a possibilidade de encerrar a carreira de forma imediata caso chegasse à conclusão de que não teria mais condições de jogar em alto nível.

Confira a íntegra do texto de Juninho Pernambucano

"Depois de receber tantas homenagens e mensagens, podem ter a certeza de que não acho que mereça tanto. No fundo somos todos iguais, apenas a cada instante da vida temos que tomar decisões que nos levam aos caminhos que teremos que percorrer. E neste caminho, vamos deixando marcas, errando, aprendendo e colhendo os resultados de nossas escolhas. Enquanto recebo palavras de valores imensuráveis, coisas acontecem e eu simplesmente jogando futebol. Tudo isto é muito louco e por isso sei que não tenho nada de especial. Mas é claro, como não gostar de ser amado? Como não agradecer e sentir vontade de abraçar fortemente todos vocês que pensaram que merecia isso, mesmo que apenas no pensamento? Finalmente aprendi que só ganhar não é legal, pois a derrota algumas vezes te fala umas verdades. E uma verdade é que não jogarei mais profissionalmente, mas graças a Deus foi muito bom enquanto durou, ainda mais tendo a chance de sentir essa energia enquanto eu tentava me superar. Sou tão grato ao futebol e as pessoas que me ajudaram, que essas homenagens são transferidas automaticamente a elas, pois a gratidão está se distanciando dos homens, mas não de mim. Obrigado a todos que participaram da primeira parte da minha vida profissional, sendo próximos ou não. Tenham todos vocês a certeza do meu sincero e eterno respeito"


Juninho se proncuncia após o fim da carreira:

Fonte: GloboEsporte