Kaká é expulso, e Real, sem CR7, empata com o lanterna Osasuna

Kaká é expulso, e Real, sem CR7, empata com o lanterna Osasuna

maior destaque, ironicamente, foi o goleiro Casillas, que fez boas defesas e evitou um desastre ainda maior.

O Real Madrid tropeçou mais uma vez no Campeonato Espanhol. Neste sábado, os merengues empataram em 0 a 0 com o Osasuna, lanterna da competição, fora de casa. A equipe de José Mourinho não contou com Cristiano Ronaldo, suspenso, e teve uma atuação muito apática, pouco inspirada no ataque. O maior destaque, ironicamente, foi o goleiro Casillas, que fez boas defesas e evitou um desastre ainda maior. Para completar a noite terrível, o brasileiro Kaká foi expulso no segundo tempo após ficar apenas 18 minutos em campo.

Com o empate, o Real foi a 37 pontos, na terceira colocação, e pode ficar a 18 do líder e rival Barcelona, caso o time catalão vença o Málaga no domingo. Já o Osasuna segue em situação complicada na competição. A equipe navarra agora soma 15 pontos e continua na última posição

O resultado, aliás, confirmou as dificuldades enfrentadas pelo Real no estádio Reyno de Navarra. Contando com o 0 a 0 deste sábado, os merengues venceram apenas uma vez nos últimos cinco jogos que fizeram no local. Antes, foram duas derrotas, um empate e apenas uma vitória.

Real pouco ameaça em primeiro tempo fraco

O time da capital espanhola, aliás, saiu no lucro com o ponto conquistado. Sem Cristiano Ronaldo ? Callejón foi titular ? e com Gonzalo Higuaín no comando do ataque, o Real Madrid foi inofensivo durante toda a partida. As melhores chances da equipe aconteceram em duas saídas erradas do goleiro Andrés Fernández na etapa inicial.

No primeiro tempo, aos 24 minutos, Higuaín driblou o arqueiro na ponta direita e cruzou para a área, mas a zaga se antecipou a Khedira e afastou o perigo. Depois, aos 45, Callejón ganhou de Fernández dentro da área e rolou para Coentrão, que bateu colocado, mas o chute saiu rente à trave esquerda.

Se a diferença histórica dos dois oponentes é gigantesca ? o Osasuna não tem conquistas de grande expressão, enquanto o Real ostenta 32 títulos espanhóis, 18 da Copa do Rei e nove da Liga dos Campeões -, parecia que a equipe navarra era o time grande em campo. Com uma postura ofensiva, os donos da casa se aproveitaram da apatia merengue e foram ao ataque desde o início. No primeiro tempo, eles também não construíram muitas jogadas de perigo, mas a segunda etapa foi completamente dominada pelos anfitriões.

Kaká é expulso, e Osasuna domina o jogo

E aí brilhou Casillas. Barrado por José Mourinho desde o fim do ano, o arqueiro ganhou uma chance por causa da suspensão de Adán e não decepcionou. No início do segundo tempo, ele fez boas defesas em chutes de Kike Sola e Armenteros e ajudou o Real a se manter no jogo.

A situação se complicou com a expulsão de Kaká. O meia brasileiro entrou aos 12 minutos da etapa final e, com dois minutos em campo, levou o cartão amarelo devido a uma cotovelada em Rubén. Aos 30, ele tentou impedir a cobrança de uma falta para o Osasuna, recebeu a segunda advertência e foi para a rua.

A saída do brasileiro desarticulou de vez o Real. Animado, o Osasuna partiu novamente para o ataque. Aos 35, Damiá acertou um belo chute, mas a bola passou à direita do gol de Casillas. No sufoco, o time merengue se segurou na defesa, resistiu à pressão e conseguiu evitar um desastre completo.

Fonte: Globo Esporte