Lateral do Uberlândia sofre ofensas racistas; torcedor do Mamoré é detido

Ocorrência consta que homem de 45 anos xingou lateral Assis de “macaco, negro, safado e fedorento”.

Enquanto em várias regiões do Brasil a rodada do fim de semana foi marcada por diversas manifestações contra o racismo, em Patos de Minas, no Alto Paranaíba, um torcedor do Esporte Clube Mamoré, de 45 anos, foi preso após ofender o lateral-esquerdo Assis, do Uberlândia Esporte (UEC), com expressões racistas.

Segundo consta no boletim de ocorrência registrado pela Polícia Militar (PM) da cidade, o jogador de 28 anos estava aquecendo antes de iniciar o segundo tempo da partida válida pela 10ª rodada da primeira fase, no Estádio Bernardo Rubinger de Queiroz. Francisco de Assis estava próximo ao alambrado da arquibancada rival quando o torcedor proferiu as palavras ?macaco, negro, safado e fedorento?. Testemunhas acionaram a equipe policial que estava no local e confirmaram o fato.

A ocorrência foi registrada como injúria porque, segundo a PM, são necessárias condições mais específicas para ser enquadrada como racismo. Aos policiais, o homem negou ter sido racista e alegou ter dito apenas os termos ?safado, vagabundo e pilantra?. Ele foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil, prestou depoimento e foi liberado ainda na tarde deste domingo.

A reportagem do GloboEsporte.com entrou em contato com a diretoria do Uberlândia para comentar o assunto, mas as ligações não foram atendidas.

Fonte: GloboEsporte.com