Lesão de Casillas abre vaga no Real, e Julio César é o favorito de Mourinho

Nome do brasileiro entra na mira merengue.

Com a lesão de Iker Casillas, um sonho antigo de José Mourinho pode estar mais próximo de acontecer. O técnico merengue sempre desejou contar com um goleiro que pudesse disputar a posição com o espanhol, e agora vê a oportunidade perfeita para pleitear a contratação junto à diretoria. Entre os nomes especulados pelo jornal ?As?, dois são considerados os favoritos: Julio César e Ter Stegen.



O brasileiro, atualmente no modesto Queens Park Rangers e que foi chamado de volta à Seleção recentemente, larga na frente pela experiência e por já ter trabalhado com o técnico português no Internazionale de Milão, entre 2008 e 2010. Outro ponto que pesa a favor de Julio é um acordo que os Blancos têm com alguns times ingleses, incluindo o QPR, que poderia liberar o jogador até o final da temporada.

Devido ao clima pesado no clube, a preferência de Mourinho pelo brasileiro pode não valer muito. O treinador já se envolveu em diversas discussões e não conta com o apoio dos seus atletas, que inclusive já teriam pedido a sua saída no final da temporada. Apesar de negar que exista um racha dentro do vestiário, o presidente Florentino Pérez não deve manter o treinador depois de junho.

Em uma temporada muito boa com o Borussia Mönchengladbach, Ter Stegen também tem a simpatia da comissão técnica do Santiago Bernabéu e principalmente da diretoria, por conta da sua idade ? o jogador tem 20 anos. A intenção do Real seria comprar a jovem promessa alemã, também ventilado para ser o substituto de Valdés no Barcelona.

Segundo a publicação espanhola, outros arqueiros estão na lista de reforços merengue. Porém o tempo joga contra o clube, já que a janela de transferências acaba dentro de sete dias. Caso não consiga fecha uma contratação em tempo hábil, Mourinho terá apenas duas opções para escalar a equipe contra o Manchester United, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões: Adán e Jesús.

A previsão inicial era que Casillas demoraria em torno de oito semanas para poder voltar a jogar. Porém, o camisa 1 do Real deve operar a mão machucada para diminuir o tempo de recuperação e tentar voltar a tempo para a segunda partida contra os ingleses na Champions.

Fonte: Folha