Lewis Hamilton quer deixar McLaren após confusão

O caso provocou fortes críticas ao piloto na Inglaterra, onde foi chamado até de mentiroso

O jornal inglês The Times publicou uma reportagem neste domingo, dia do GP da Malásia de Fórmula 1, na qual afirma que o piloto Lewis Hamilton que deixar a McLaren depois da confusão ocorrida no GP da Austrália, o primeiro da temporada de 2009.

De acordo com a Federação Internacinal de Automobilismo, Hamilton e a escuderia mentiram ao não contar que haviam deixado Jarno Trulli ultrapassar o inglês quando o safety car estava na pista. A McLaren nega, alegando ter pensado que a entidade teve acesso ao rádio da equipe.

O caso provocou fortes críticas ao piloto na Inglaterra, onde foi chamado até de mentiroso pela imprensa. Hamilton, terceiro em Melbourne, foi desclassificado da prova e perdeu os pontos conquistados na pista.

De acordo com o The Times, Hamilton e seu pai Anthony já manifestaram a insatisfação pelo ocorrido à equipe. Eles alegaram que foram aconselhados pela McLaren a sustentarem a história de que Trulli teria feito uma manobra irregular na Austrália, o que rendeu uma posição ao piloto.

Fonte: Terra, www.terra.com.br