Lutador quebra nariz de rival e Edgar mantém cinturão

Em uma luta movimentada, Frankie Edgar e Gray Maynard empataram no UFC 125

Com uma atuação dominante, o brasileiro Thiago Silva foi um dos destaques do UFC 125, disputado na madrugada deste domingo em Las Vegas, nos Estados Unidos, ao bater o americano Brandon Vera por decisão unânime dos juízes. Na luta principal da noite, Frankie Edgar empatou com Gray Maynard e manteve o cinturão dos leves do evento de MMA (vale tudo).

Silva teve o domínio nos três rounds do duelo contra Vera. No último, acertou uma sequência de golpes e quebrou o nariz do americano, mas não conseguiu o nocaute. Na decisão dos juízes, vitória tranquila, com 30/27, 30/27 e 30/26 na avaliação de cada um dos jurados.

A vitória dá novo impulso ao brasileiro na categoria meio-pesado do UFC. Thiago Silva estava invicto e era apontado como possível postulante ao título até ser nocauteado por Lyoto Machida em janeiro de 2009. Recuperou-se contra Keith Jardine, mas em sua última luta antes deste domingo foi derrotado por Rashad Evans.

Na luta pelo cinturão dos leves, Frankie Edgar esteve perto da derrota no primeiro round, quando Gray Maynard acertou mais de 100 socos. Porém, o campeão aguentou o castigo, voltou melhor no segundo e nos três seguintes ao menos evitou a derrota.

Dois juízes apontaram 48/46, mas para lutadores diferentes. O terceiro julgou 47 a 47 e o empate foi confirmado. Pelas regras do evento, o cinturão permanece com Edgar, mas o campeão deve colocar novamente em jogo o título contra Maynard em data ainda indefinida.



Nas outras lutas do card principal, Brian Stann nocauteou Chris Leben (peso médio), Dong Hyun Kim bateu Nate Diaz por decisão unânime dos juízes (meio-médio) e Clay Guida finalizou Takanori Gomi (leve). Em combate preliminar, o brasileiro Diego Nunes venceu Mike Brown por decisão dividida.

Fonte: Terra, www.terra.com.br