Luxemburgo avisa: ‘Cabe ao Juan jogar bola’

Luxemburgo avisa: ‘Cabe ao Juan jogar bola’

Discussão sobre a renovação do contrato do lateral-esquerdo irrita o treinador

A permanência de Juan no Flamengo virou polêmica, e Vanderlei Luxemburgo não está satisfeito. O contrato do jogador termina em 31 de dezembro e a renovação ainda não foi acertada entre as partes. A diretoria rubro-negra pretende tratar do assunto depois do término do Brasileirão, no dia 5 de dezembro. O treinador é direto e diz que a negociação é inoportuna, pois o Rubro-Negro vive momento desconfortável, ainda sob ameaça de rebaixamento.

- Eu não conversei com o Juan e não tenho que conversar. Acho que essa coisa está sendo plantada. É inoportuno surgir uma conversa neste momento em que o Flamengo está disputando jogos decisivos. Acho que o procurador dele foi inábil neste sentido, por colocar uma situação de discussão onde existe uma discussão interna do Juan com o clube, e o seu procurador sabe. Cria-se uma situação de desconfiança com o jogador, se vai ficar ou não. Esta decisão vai ser tomada após o término da competição. Cabe ao Juan jogar bola, jogar estes quatro jogos que restam para definirmos a próxima temporada. Ela só será definida após o término do campeonato. Acho que não deveria ter sido colocada agora ? disse.

Luxemburgo ressalta que o assunto pode atrapalhar o jogador e gerar problemas.

- Essas coisas são oportunismos do futebol. Se o Juan, por acaso, falhar num jogo. Será que o torcedor vai entender desta forma? Será que vai entender se ele estava ou não com a cabeça no lugar? É inoportuno. É por isso que eu falo em reciclagem. Os empresários têm interferência no nosso trabalho. O clube que foi parceiro do jogador. O Juan está no Flamengo há um tempão, foi campeão. O clube projetou o Juan, o seu procurador deve ter ganhado dinheiro no Flamengo e estão discutindo com o seu parceiro uma situação dessa num momento que não pode. Isso eu acho um pouco complicado ? afirmou.

Segundo o vice jurídico do Flamengo, Rafael de Piro, o clube entrou em acordo com Juan e seu agente há aproximadamente dois anos para que o vínculo fosse ampliado. Na época, Kléber Leite era o vice de futebol.

- Houve uma conversa há muito tempo para que o contrato do Juan fosse renovado até o fim de 2011. Foi feito um novo contrato, mas ele não pôde ser registrado porque não havia cumprido ainda nem a metade do que existia. Mas o Juan é um excelente jogador, nós temos um bom relacionamento com ele e com o agente dele e vamos chegar a um acordo ? disse Rafael de Piro.

Juan já recebeu sondagens de outros clubes do Brasil. Se sair do Flamengo, a preferência seria uma transferência para fora do país, já que ele tem dupla cidadania (passaporte espanhol). No entanto, não há propostas de equipes estrangeiras.

Rafal de Piro, o diretor de futebol rubro-negro, Luis Augusto Veloso, e Eduardo Uram ainda terão uma conversa para tratar do assunto.

Saída de Toró

Convidado do programa Globo Esporte, da TV Globo, nesta quinta-feira, Luxemburgo comentou a saída do volante Toró. O contrato do atleta terminou no fim de outubro e, apesar da identificação dele com o clube e com a torcida, não foi renovado.

- Toró saiu e é um processo normal. Nada anormal. Foi feita uma proposta, ele ficou de dar a resposta, deu a contraproposta e o Flamengo entendeu que não cabia ? resumiu.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com