Luxemburgo fará estreia hoje no Flamengo

Luxemburgo fará estreia hoje no Flamengo

Enquanto clube busca profissionalismo e nova estrutura, Luxemburgo quer resultados

O Flamengo tenta nesta quinta-feira, contra o Atlético-GO, às 21h, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ), no primeiro jogo com Vanderlei Luxemburgo à frente da equipe, mostrar que as muitas páginas ruins deste ano podem ser de fato viradas na reta final do Brasileiro. O técnico que conquistou apenas uma Taça Guanabara em suas duas passagens pelo clube para o qual torce, busca na sua cidade o sucesso que só obteve em outras praças. Na partida contra um rival direto na luta contra o rebaixamento, o Flamengo, e Luxemburgo, tentam recomeçar.

A meta do comandante é somar seis pontos nesta noite e no domingo, contra o Avaí, na Ressacada, para dar um bico na crise. Mas este reinício, para ambos, envolve mais do que escalação dos jogadores e treinos táticos. A presidente Patrícia Amorim, em entrevista ao iG, explicou que Luxemburgo foi contratado como técnico, por força de normas estatutárias, mas na prática acumulará algumas funções de gestor, pela experiência que carrega no currículo.

O recomeço do treinador, que admitiu precisar de uma reciclagem ao deixar o Atlético-MG há pouco mais de uma semana, é o que se espera ser a semente de um novo nível de profissionalismo, e estrutura, na Gávea. A mandatária reforçou que atenderá, de imediato, o pedido por acomodações e refeitório em instalações provisórias no Ninho do Urubu, pedido que já havia sido feito por Zico.

?Claro que é possível. Já estamos providenciando. Os containers já chegaram, pois o Zico já tinha pedido, estamos fazendo a instalação elétrica, colocando ar-condicionado. Serão entregues em algumas semanas. Não fui lá, não estou a par totalmente da situação. Mais à frente posso responder com precisão?, disse Amorim, explicando como se deu a inclusão de tal pedido no contrato firmado na terça-feira. ?A gente colocou no contrato que a gente se compromete a encaminhar, buscar aprovação nos conselhos, não tenho outra forma, porque o estatuto não permite. A gente colocou a fidelidade, o compromisso de fazer, e vamos fazer?.

A explicação sobre o motivo de usar Luxemburgo para orientar as obras no CT foi simples. ?Ele foi contratado como técnico, mas assume algumas funções, como no assunto CT, porque participou do processo no Santos, no Cruzeiro, na reforma agora no Atlético-MG, então ele tem essa experiência. A função de manager, por estatuto, não é delegada a ele, é cargo de confiança, ele não poderia ocupar as duas. Mas na prática vai exercer algumas funções porque tem know-how?.

Fonte: IG