Manchester City derruba por 3x1 o Everton: Virada para tranquilizar

Manchester City derruba por 3x1 o Everton: Virada para tranquilizar

Com a vitória o Manchester City ocupa provisoriamente a vice-liderança da Liga Inglesa, com 13 pontos conquistados após 7 rodadas.

O Manchester City derrubou o último invicto na Liga Inglesa, ao vencer de virada o Everton por 3x1 no Etihad Stadium. Com a vitória o City afastou a má fase, após derrotas nas ligas inglesa e dos campeões. Com gols de Negredo e Kun Agüero (2) para o City, e Lukaku descontando para o Everton.

Com a vitória o Manchester City ocupa provisoriamente a vice-liderança da Liga Inglesa, com 13 pontos conquistados após 7 rodadas. Já o Everton caiu na tabela de classificação: são 12 pontos, na 5ª colocação. O lider é o Arsenal, com 15 pontos, mas com um jogo a menos.

Na próxima rodada o Everton recebe no Goodison Park a equipe do Hull City, no sábado às 11h (horário de Brasília). O Manchester City visita o West Ham também no próximo sábado, às 13h30, no Upton Park, em Londres.

Primeiro tempo movimentado

O primeiro tempo começou quente, com o Everton não se intimidando por jogar fora de casa. O quarto maior vencedor da Liga Inglesa (com 9 títulos, atrás apenas de Manchester United, Liverpool e Arsenal), estava embalado, com sua torcida empolgada com a invencibilidade da equipe. Porém a série de 3 vitórias seguidas dos "toffees" não foi ampliada, apesar da euforia causada pelo belo gol de Lukaku, aos 16 minutos.

Dispensado por José Mourinho, Lukaku já marcou mais do que os atacantes do clube londrino. O belga ex-Chelsea chegou a seu 4º gol na Liga Inglesa. Sobre o City, Lukaku recebeu bom lançamento de Jagielka, deu um drible da vaca em Lescott, e tocou com categoria. Joe Hart ainda tocou na bola, mas não evitou o gol. 1 a 0.

A resposta do City foi imediata: no minuto seguinte saiu o gol de empate. David Silva trabalhou bola com Yaya Touré na intermediária. Que por sua vez acertou uma enfiada espetacular para o atacante Negredo. O espanhol tocou na saída de Howard, deixando tudo igual. 1 a 1.

O City quase virou aos 25 minutos, quando cobrou falta ensaiada. O brasileiro Fernandinho tocou para Milner, que por sua vez descobriu Kun Agüero livre de marcação. Mas o chute cruzado do argentino saiu ao lado esquerdo do gol de Howard.

O atacante argentino foi o nome do primeiro tempo. Aos 39, Agüero se enrolou sozinho quando estava prestes a ficar cara a cara com o goleiro do Everton, dando uma furada ridícula na hora de dominar a bola. Dois minutos depois, Agüero recebeu bola pela esquerda e chutou com perigo. De tanto insistir, o argentino foi prêmiado por sua boa movimentação. Agora pela direita, onde recebeu linda enfiada de bola de David Silva e bateu no canto esquerdo de Howard para determinar a virada do City aos 44 minutos. 2 a 1.

Festival de cartões amarelos

O Everton não voltou com a mesma pegada do início do 1º tempo e não encaixou contra ataques. O City soube trabalhar a bola e esperar o momento certo para ampliar.

Aos 24 minutos, em falta discutível, Coleman se enroscou com Zabaleta e juiz apontou o pênalti. Agüero bateu mal, rasteiro no canto direito. Howard tocou com a ponta das luvas, mas teve o azar da bola tocar na trave e retornar direto em sua careca e replicar no fundo das redes. A Liga Inglesa apontou gol contra do goleiro. 3 a 1.

A partir daí o City tocou a bola com tranquilidade. Howard ainda fez boas defesas, como aos 48 minutos, quando salvou duas bolas seguidas nos pés de Narsi. Impedindo assim uma goleada nessa manhã, que não seria justa pelo futebol aberto apresentado pelo ex-último invicto Everton.

O segundo tempo foi apenas morno. Destaque para os 9 cartões amarelos distribuídos pelo árbitro, apesar do jogo pouco violento, exceto por lances isolados. Número algo até para campeonato brasileiro.

Fonte: ESPN