Mano evita responder a Muricy e afirma que esconderá escalação

O técnico pediu paciência com a seleção, que passa por processo de renovação.

Pela primeira vez desde que assumiu a seleção brasileira, o técnico Mano Menezes vai esconder a escalação. O Brasil enfrenta o Paraguai no sábado, pela segunda rodada da fase de grupos da Copa América.



"Em relação à formação, temos trabalhado algumas variações, vamos deixar para aqueles momentos que antecedem o jogo para confirmar se abre uma perspectiva de pequena dúvida e vou deixar para definir mais perto do jogo", disse o técnico em entrevista coletiva nesta quinta-feira.

Mano testou mudanças nos treinos em Los Cardales. Sacou Robinho e Ramires do time, testou Lucas e Elano em seus respectivos lugares. Os dois também entraram durante o empate sem gols contra a Venezuela, mas não melhoraram a apresentação do Brasil.

O técnico pediu paciência com a seleção, que passa por processo de renovação. "Não poderíamos criar a ilusão de que encontraríamos facilidades na Copa América. É muito difícil jogar contra seleções sul-americanas", declarou o treinador.

Mano evitou responder os comentários feitos por Muricy Ramalho sobre a atuação de Neymar na seleção. Na última segunda-feira, o técnico santista disse que Neymar e Paulo Henrique Ganso "deixaram a desejar um pouquinho". "Ficaram muito preso na marcação, aceitaram a marcação adversária, mas acho que é estreia e temos que levar em consideração", afirmou, em entrevista para o canal Sportv.

Fonte: Folha.com