Márcio e Fábio Luiz conquistam prata

O esperado ouro não veio, mas a prata tem um sabor especial

O esperado ouro n?o veio, mas a prata tem um sabor especial para M?rcio e F?bio Luiz. A caminhada que culminou com a conquista de uma medalha teve percal?os inesperados: por muito pouco, a dupla n?o ficou fora das Olimp?adas de Pequim. Depois de uma boa campanha em 2007, os dois ca?ram de rendimento no in?cio deste ano e viram-se amea?ados por Pedro Solberg e Harley. A briga por uma vaga em Pequim durou at? a ?ltima etapa do per?odo classificat?rio, em Marselha, quando a vontade de ir ? China falou mais alto e os atletas se impuseram sobre os rivais.

A reden??o ? maior para M?rcio, que deu a volta por cima em sua segunda participa??o ol?mpica. Ap?s cair nas oitavas-de-final em Atenas/2004 ao lado de Benjamin, o atleta encontrou no estreante F?bio Luiz o parceiro ideal para lutar por uma medalha em Pequim. O "casamento" foi id?ia do t?cnico Ronald Rocha, que queria unir a forte defesa de M?rcio com o bloqueio do gigante F?bio, de 2,04m.

A parceria nasceu em 2005. J? naquele ano, os dois foram campe?es do Mundial e vice-campe?es do Circuito Mundial. Desde ent?o, seguiram como segunda for?a do v?lei nacional, atr?s de Ricardo e Emanuel. A situa??o por pouco n?o mudou em 2008, quando Pedro Solberg e Harley, que haviam come?ado a jogar juntos no ano anterior, conseguiram bons resultados nas etapas do Mundial.

Em contrapartida, M?rcio e F?bio passaram por um in?cio de temporada ruim, tanto no Brasileiro quanto em torneios internacionais. No entanto, a dupla recuperou a confian?a ap?s assegurar a vaga ol?mpica em julho, na etapa de Marselha, onde venceu os compatriotas nas semifinais e acabou conquistando o primeiro t?tulo de 2008. Embalada, provou que estava entre as melhores do mundo em Pequim, vencendo inclusive os campe?es ol?mpicos de 2004, Ricardo e Emanuel, nas semifinais dos Jogos. Na decis?o, a dupla caiu diante dos americanos Rogers e Dalhausser, mas tem motivos de sobra para comemorar.

M?rcio, de 34 anos, gosta de surfar e andar de skate nas horas de lazer. J? F?bio Luiz, que sonha ser policial (pretende fazer concurso quando se aposentar nas areias) e tem 29 anos, aproveita os momentos livres para ir ao cinema.

Fonte: Globo Esporte